Publicidade

Estado de Minas

Cobra vista dentro de carro mobiliza bombeiros na Zona Sul de BH

Caso ocorreu no Bairro São Pedro nesta manhã. Bombeiros tentam localizar o réptil


postado em 26/10/2018 10:39 / atualizado em 26/10/2018 17:30

Animal foi visto pela mulher do empresário Eduardo Oliveira na Rua Orange(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Animal foi visto pela mulher do empresário Eduardo Oliveira na Rua Orange (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Uma situação inusitada mobiliza o Corpo de Bombeiros na manhã desta sexta-feira no Bairro São Pedro, Centro-Sul de Belo Horizonte. Os militares procuram por uma cobra vista dentro de um carro a 50 metros do Pátio Savassi, na Rua Orange. 

O empresário Eduardo Oliveira, 44 anos, mora em um condomínio fechado de Nova Lima, na Grande BH, e veio para sua empresa na Rua Orange normalmente nesta sexta. “Deixei as crianças na escola, desci a Nossa Senhora do Carmo e parei aqui na porta. Quando minha mulher foi sair ela viu a cobra na beirada da porta”, diz ele.


O empresário abriu um pouco a porta e o animal voltou para a coluna onde estava, ao lado do motorista, sumindo em seguida dentro do veículo. Os bombeiros foram chamados e desmontaram algumas peças para localizar a cobra, que ainda não foi encontrada.

“O mais engraçado é que eu rodei com meus filhos e andei bastante. Imagina se eu tivesse visto ela descendo a Nossa Senhora do Carmo?”, pergunta Eduardo. Ele acredita que o animal pode ter entrado quando o carro estava em casa. “Eu moro no meio do mato”, diz ele.

O animal foi fotografado com parte do corpo para fora do veículo antes da chegada dos bombeiros. Os militares retiraram o pneu estepe, cadeirinha para criança, além de outras peças. O trabalho se concentra agora na porta do motorista.

Bombeiros vasculharam veículo, mas tiveram que levar o carro até uma empresa especializada na desmontagem(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Bombeiros vasculharam veículo, mas tiveram que levar o carro até uma empresa especializada na desmontagem (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)


Acionado para apoiar no caso, o médico veterinário da Gerência de Controle de Zoonoses da Prefeitura de BH, Luiz Simões, disse que o setor costuma agir em situações com serpentes na cidade, mas um animal desse tipo dentro de um carro não é comum. “É uma busca difícil, porque o carro oferece várias possibilidades para o animal se esconder e ele está acuado e machucado, portanto, é um trabalho difícil, em que os bombeiros terão que praticamente desmontar o carro”, diz ele. Segundo Simões, pela foto registrada é possível saber de que se trata de uma cobra coral, porém, a imagem não dá elementos para saber de qual tipo é o animal, se venenoso ou não venenoso.
Eduardo Oliveira disse que o mais provável é que animal tenha entrado no carro em Nova Lima, onde ele mora com a família(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Eduardo Oliveira disse que o mais provável é que animal tenha entrado no carro em Nova Lima, onde ele mora com a família (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
 
O subtenente José Martins de Freitas, do Corpo de Bombeiros, disse que é melhor o proprietário do veículo procurar uma concessionária caso o animal não seja encontrado por eles. “Seria interessante que ele procure um serviço especializado para fazer uma remoção mais profunda como o objetivo de tentar localizar esse animal e eliminar o risco”. Ele disse que a corporação tem atendido eventos dessa natureza, mas não em carros. 

Questionado sobre a possibilidade de o animal já estar fora do veículo, ele disse que nenhuma hipótese pode ser descartada. “Pela informação que ele nos trouxe, não, mas é uma outra possibilidade que não pode ser descartada”, afirmou. 

Por volta das 11h50, os bombeiros e o motorista acabaram se dirigindo a uma capotaria para tentar acessar outras partes do veículo e localizar o animal, ainda assim não foi possível. Após seis horas de buscas, a cobra ainda não havia sido localizada. Os bombeiros orientaram Eduardo Oliveira a deixar as portas do carro abertas durante a noite, para que o animal saia. 

O interior do carro foi todo desmontado e a cobra não apareceu, continuando com o mistério. “A solução foi deixar o carro em uma oficina que faz lavagem e gariba de veículos para desmontar toda parte de lataria e verificar se ela continua dentro do carro”, conta Eduardo Oliveira, que teme em continuar andando no veículo com a possibilidade da cobra estar no local e fazer algum mal à sua família. “Na incerteza não posso colocar meus filhos dentro do carro. Por isso a ideia de desmontar o carro em uma oficina especializada e acabar com essa dúvida”, completa.

Militares retiraram várias peças para vasculhar o veículo em busca da cobra(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Militares retiraram várias peças para vasculhar o veículo em busca da cobra (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade