Publicidade

Estado de Minas

Motorista de aplicativo tem carro roubado e danificado em batida em BH

Duas pessoas foram presas e três ficaram feridas na colisão do veículo em um poste após assalto na Região Norte da capital mineira


postado em 09/10/2018 10:17

Um motorista de aplicativo de transporte foi assaltado e teve seu carro envolvido em um acidente na madrugada desta terça-feira em Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, por volta de 0h45 o condutor relatou que recebeu uma chamada via app para pegar uma passageira na Rua Doutor Benedito Xavier, no Bairro Providência, Norte da capital.

Ao chegar no endereço, a primeira surpresa. Cinco pessoas esperavam o veículo, sendo três homens e duas mulheres, e entraram no carro. No meio do trajeto, um dos passageiros, identificado como Robert William Ferreira, de 24 anos, encostou na nuca do motorista uma réplica de arma de fogo, anunciando um assalto. Segundo a PM, o motorista relatou que os demais passageiros repreenderam a atitude do colega, dizendo que seria um trabalhador e não deveria ser roubado.

Robert ignorou os apelos e mandou que o motorista saísse, entregando a direção do veículo a um menor de 16 anos. Momentos depois, foi noticiado na rede de rádio da PM que o mesmo carro se envolveu em uma batida na Rua Alterina, no mesmo Bairro Providência.

Segundo a PM, três ocupantes do veículo se encontravam presos às ferragens. Um homem e uma mulher foram socorridos para o Hospital Risoleta Neves, na Região de Venda Nova, sendo o homem com trauma na face e a mulher com fratura na perna direita. Uma terceira jovem foi encaminhada inconsciente para o Hospital João XXIII. A primeira jovem socorrida para o Risoleta Neves informou que o grupo seguia para a casa de um dos ocupantes do carro e pediram um carro via aplicativo para fazer o trajeto.

Ela também falou que os amigos foram surpreendidos pelo assalto e que logo após deixarem Robert em casa, o carro conduzido pelo menor de idade bateu em um poste. A PM informou ainda que, ao ouvir o barulho da batida, Robert foi até o local e tentou tirar o menor do carro, mas os dois foram encontrados próximos ao ponto da batida pelos militares. O simulacro de arma de fogo usado no assalto também foi encontrado em uma calçada. A ocorrência foi encerrada na Polícia Civil com a prisão de Robert e a apreensão do menor que conduzia o carro na hora da batida.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade