Publicidade

Estado de Minas

BR-381 é totalmente liberada sete horas após carreta tombar sobre carro

O veículo de carga pegou fogo. Cinco pessoas ficaram feridas. O congestionamento no trecho atingiu 10 quilômetros


postado em 21/09/2018 16:23 / atualizado em 21/09/2018 16:32

Carreta tombou em trecho próximo a Cambuí(foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)
Carreta tombou em trecho próximo a Cambuí (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)

Um grave acidente entre uma carreta e um carro interditou o trânsito por aproximadamente sete horas nesta sexta-feira na BR-381, na Região Sul de Minas Gerais. O veículo de carga tombou em cima do automóvel e, em seguida, pegou fogo, próximo a Cambuí. Cinco pessoas ficaram feridas, sendo duas em estado grave. As causas da ocorrência ainda estão sendo investigadas. A fila de veículos chegou a 10 quilômetros na rodovia.


Os congestionamentos tiveram início logo no início da manhã. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 8h. Levantamentos com testemunhas indicam que a carreta tombou sobre o veículo após fazer uma curva. Com o impacto, pegou fogo.


Viaturas da PRF e da Autopista Fernão Dias, concessionária responsável pela rodovia, foram ao local para atender os feridos. Ao todo, cinco pessoas precisaram de atendimento. O condutor do veículo de carga apresentou ferimentos leves. No carro estavam quatro ocupantes. Dois deles feriram levemente e dois graves. Esses últimos foram encaminhados para um Hospital de Pouso Alegre.


O acidente aconteceu no km 906. Segundo a PRF, o trecho é de serra e sinuoso. Além disso, tem um radar instalado. Como o incêndio atingiu todo o veículo de carga e provocou várias explosões, foi necessário fechar completamente a BR-381, causando cerca de cinco quilômetros de filas tanto em direção a São Paulo quanto no sentido Belo Horizonte. Às 9h, o sentido São Paulo foi parcialmente liberado. Às 11h30, já com o sentido São Paulo totalmente liberado, as pistas em direção a BH continuavam fechadas, gerando engarrafamento de 10 quilômetros.

De acordo com a Arteris Fernão Dias, concessionária responsável pelo trecho, a carreta estava carregada com produtos de higiene pessoal diversos.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade