Publicidade

Estado de Minas

Caminhão pega fogo na BR-040, próximo ao Posto Chefão

Segundo a Via 040, concessionária da rodovia, o congestionamento no local chegou a três quilômetros no sentido BH


postado em 18/09/2018 21:20 / atualizado em 18/09/2018 22:37

A BR-040 voltou a registrar mais um acidente envolvendo veículos de carga nesta terça-feira. Dessa vez, um caminhão baú pegou fogo em frente ao Posto Chefão, no Bairro Jardim Canadá, em Nova Lima, na Grande BH, por volta das 19h45, interditando o trânsito no sentido Belo Horizonte.

Segundo a Via 040, concessionária que administra a rodovia, o congestionamento no local chegou a três quilômetros no sentido Belo Horizonte e um quilômetro no sentido Rio de Janeiro. Este último, de acordo com a administradora, provocado pela curiosidade dos motoristas, que diminuem a velocidade ao passar pelo local.

A Via 040 ainda informou que, no momento, apenas a faixa da direita sentido BH está interditada. Às 21h, a previsão de liberação total da via era de 30 minutos. Não houve feridos na ocasião.

Acidente com carreta na 040


Na manhã desta terça-feira, uma carreta colidiu com dois carros próximo a Conselheiros Lafaiete, na Região Central de Minas Gerais. Cinco pessoas morreram na hora e outras quatro ficaram feridas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a carreta atingiu dois carros no km 624 por volta de 9h. Com o impacto, os veículos foram arremessados para fora da pista. Segundo o sargento Eduardo Henrique, do pelotão de Conselheiro Lafaiete, testemunhas contaram que o acidente aconteceu depois de uma colisão traseiro entre o veículo de carga e um carro. “A carreta seguia em direção a Belo Horizonte quando atingiu um Uno na traseira. Com o impacto, o veículo menor caiu em uma ribanceira”, explicou o militar.

Em seguida o veículo de carga foi para a contramão, atingindo o Logan que seguia em d direção a Conselheiro Lafaiete. Quatro homens e uma mulher que estavam no veículo morreram na hora.

Neste caso, conforme a Via 040, a pista ficou fechada de 9h até 12h30. Por causa disso, longas filas se formaram em ambos os sentidos da rodovia.

*Estagiário sob supervisão da editora Liliane Corrêa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade