Publicidade

Estado de Minas

Carreta com carga perigosa tomba e interdita a BR-381

O veículo carregado com amônia tombou na manhã desta terça-feira na BR-381, em Antônio Dias, na Região do Rio Doce. Ainda não há previsão para liberação da rodovia


postado em 11/09/2018 13:36 / atualizado em 11/09/2018 19:25

Bombeiros fazem o resfriamento da carga(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Bombeiros fazem o resfriamento da carga (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Mais um acidente com cargas perigosas provoca transtornos em Minas Gerais. Uma carreta carregada com amônia tombou na manhã desta terça-feira na BR-381, em Antônio Dias, na Região do Rio Doce. Devido ao acidente, o trânsito ficou completamente interditado, inicialmente, por aproximadamente três horas e 50 minutos. Ainda não há previsão para a liberação total das pistas. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a pista precisou ser totalmente fechada por volta das 19h desta terça-feira para transbordo da carga. O trânsito está lento no local. 

Ainda segundo a PRF, o acidente aconteceu por volta das10h30 no km 314. Por causa do risco de explosão, os dois lados da rodovia precisaram ser interditados no primeiro momento. Não há informações sobre as causas da ocorrência e se alguma pessoa ficou ferida. 

Por volta das 14h20, foi iniciada a operação siga e pare no local. Os veículos estavam passando, de forma intermitente, por uma faixa da rodovia.

Os motoristas que puderem, devem evitar a região. Congestionamento já é registrado no trecho. As causas do acidente ainda estão sendo apuradas pela PRF e por militares dos bombeiros.

Rodovia teve que ser totalmente interditada(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Rodovia teve que ser totalmente interditada (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


Acidentes com cargas


No ano passado, os motoristas sofreram com os acidentes com cargas perigosas que interditaram por horas rodovias mineiras. Devido ao número de ocorrências, um projeto de lei foi criado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), e aprovado pelo Governador Fernando Pimentel (PT), no início deste ano.

Um dos objetivos é dar fim a essas longas interdições. A legislação traz medidas a serem adotadas no transporte de cargas perigosas em Minas Gerais. As transportadoras e empresas contratantes deverão ter plantão 24 horas para o acionamento imediato em caso de emergência e possuir serviços de atendimento a acidentes próprios ou terceirizados. Os funcionários devem ser treinados e a empresa deve fornecer equipamentos específicos para o tipo de caso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade