Publicidade

Estado de Minas

BRs 381 e 040 terão obras suspensas no feriadão de 7 de setembro: saiba mais

Estradas terão suspensão de obras para desafogar o trânsito e Polícia Rodoviária anuncia radares e bafômetros para o feriado prolongado de sexta a domingo


postado em 06/09/2018 06:00 / atualizado em 06/09/2018 07:59

Obra na BR-381: apesar da paralisação programada, tendência é de congestionamentos na pista afunilada (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)
Obra na BR-381: apesar da paralisação programada, tendência é de congestionamentos na pista afunilada (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)


As obras em duas das principais rodovias na saída de Belo Horizonte serão paralisadas no feriado de 7 de setembro, mas a suspensão das atividades não garante um desafogo no trânsito para quem for deixar a capital mineira. Na BR-381, no trecho em direção ao Espírito Santo, as intervenções para a duplicação da estrada, conhecida como Rodovia da Morte, deixam a via afunilada em alguns pontos. Por isso, mesmo com os operários e as máquinas parados, longas filas devem se formar, principalmente devido à intensidade do tráfego por lá nos recessos. Já na BR-040, entre BH e o Rio de Janeiro, onde trechos passam por serviços de manutenção, limpeza e conservação, a situação é diferente. Com as obras paralisadas, os carros terão mais faixas à disposição. Nos primeiros minutos da madrugada de hoje, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou a Operação Independência. A fiscalização foi reforçada e vai contar com 800 agentes. Eles vão utilizar 23 radares de velocidade e mais de 200 bafômetros.

Em todos os feriados prolongados a história se repete na BR-381: longas filas testam a paciência dos motoristas. O litoral capixaba é um dos destinos favoritos dos mineiros. O grande fluxo de veículos enche a estrada sinuosa e provoca longos congestionamentos. Com as obras de duplicação, a situação piorou. Trechos estão com a pista afunilada, por isso, a redução da velocidade é inevitável.

O que poderia servir de alívio para os viajantes tende a não ser como se imagina. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que as obras de duplicação da rodovia serão paralisadas entre amanhã e domingo, sem que haja prejuízo no cronograma definido junto com as construtoras”. Mesmo assim, há trechos em que parte da pista está fechada ou que merecem uma atenção maior dos motoristas.

A BR-040, entre Belo Horizonte e o Rio de Janeiro, também tem trechos em obras de manutenção, limpeza e conservação, com roçada da margem da pista. Ontem, motoristas que passaram próximo ao Km 572 da rodovia, em Nova Lima, na Grande BH, enfrentaram lentidão. Duas pistas em direção ao estado vizinho foram fechadas. O trânsito foi desviado para o outro lado, na parte que vai até Belo Horizonte. A Via 040, concessionária que administra a rodovia, informou que também vai paralisar os serviços no feriado. Com isso, a estrada ficará totalmente liberada.

A expectativa da Via 040 é de que 440 mil veículos passem pela rodovia durante o feriado de 7 de Setembro. “O fluxo de veículos nos dias de operação representará, em média, um aumento de 27% em relação ao tráfego em dias normais. Por isso, as equipes serão reforçadas com colaboradores extras nas praças de pedágio e no atendimento de pista. Essas equipes se revezarão, em escalas, 24 horas por dia, buscando minimizar os impactos do grande aumento do fluxo de veículos no período”, informou a concessionária. 

Na BR-040, motoristas terão mais faixas à disposição no feriado, quando intervenções serão suspensas (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)
Na BR-040, motoristas terão mais faixas à disposição no feriado, quando intervenções serão suspensas (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)


FISCALIZAÇÃO
As estradas que cortam Minas terão reforço na fiscalização para o feriado do Dia da Independência. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou as ações já nos primeiros minutos de hoje. Ao todo, 800 agentes vão monitorar as rodovias federais, com foco em trechos mais perigosos. Serão utilizados 23 radares de velocidade e mais de 200 bafômetros. Veículos de cargas que precisam de Autorização Especial de Trânsito (AET) para circular terão restrição em vias de pista simples.

O objetivo da operação, que vai até o fim da noite de domingo, será a prevenção e diminuição de acidentes graves, garantia da fluidez no trânsito, combate às infrações, com foco no excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas e indevidas, e coibir o tráfego de motoristas que ingerirem bebidas alcoólicas antes de assumir a direção. Para isso, os agentes vão realizar rondas ostensivas nas rodovias e monitorar, principalmente, pontos estratégicos, onde são registrados os maiores índices de acidentes e infrações constantes. Ações educativas vão sensibilizar os motoristas e passageiros sobre os cuidados que precisam ter no trânsito. 

RESTRIÇÃO
Motoristas de bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras carregadas e veículos com carga excedentes devem ter atenção. O tráfego desses veículos, que necessitam de Autorização Especial de Trânsito (AET), será restrito em rodovias de pista simples em todo território mineiro hoje, das 16h às 22h, amanhã, da 6h às 12h, e no domingo, das 16h às 22h. O descumprimento da determinação será punido com multa de R$ 130,16, e o veículo ficará retido. O condutor receberá uma infração média, que prevê perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

 

OPERAÇÃO EM NÚMEROS

Confira como será a fiscalização e os trechos de rodovias que terão obras suspensas no feriado

800 agentes empenhados

23 radares de velocidade

230 etilômetros

Trechos em obras na BR-381


» Lotes 3.1, 3.2, e 3.3 – Entre Jaguaraçu, Região do Rio Doce, a Nova Era, na Região Central.
» Lote 7 – Trevo de Barão de Cocais ao Trevo de Caeté, na Grande BH

Proibição de circulação


» Bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras carregadas e veículos com carga excedentes, estão proibidos de circular em estradas de pista simples:
» Hoje, das 16h às 22h
» Amanhã, das 6h às 12h
» Domingo, das 16h às 22h

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade