Publicidade

Estado de Minas

IBGE testa aplicativo do Censo 2020 com índios e quilombolas em Minas

Em Minas, foi aplicada prova-piloto do questionário temático que será aplicado durante o levantamento com perguntas específicas para indígenas, quilombolas e outras comunidades tradicionais


postado em 06/09/2018 06:00 / atualizado em 06/09/2018 08:25

Técnico do IBGE faz prova-piloto para o Censo 2020 na aldeia xacriabá Tenda, em São João das Missões (foto: Gabriel Bias Fortes/IBGE )
Técnico do IBGE faz prova-piloto para o Censo 2020 na aldeia xacriabá Tenda, em São João das Missões (foto: Gabriel Bias Fortes/IBGE )


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) já iniciou os preparativos para o Censo Demográfico de 2020, com a realização de uma prova-piloto do questionário temático que será aplicado durante o levantamento com perguntas específicas para indígenas, quilombolas e outras comunidades tradicionais. Em Minas Gerais, o teste foi feito na terra indígena xacriabá, no município de São João das Missões, e na comunidade quilombola Caraíbas, em Pedras de Maria da Cruz, ambos no Norte do estado.

Os trabalhos de campo nos dois municípios mineiros foram iniciados em 20 de agosto e encerrados ontem. Além de Minas Gerais, o IBGE está aplicando o questionário voltado para indígenas e comunidades tradicionais em outros 11 estados: Acre, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Paraná, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

O servidor do IBGE Gabriel Medeiros, que participou do trabalho na reserva xacriabá, explica que a prova-piloto consistiu na aplicação de um questionário por meio de um aplicativo desenvolvido exclusivamente para ser usado na pesquisa junto aos indígenas no Censo 2020. Denominado DMC (Dispositivo Móvel de Coletas), o equipamento conta com um sistema que funciona da seguinte forma: quando o entrevistado declara que é índio, automaticamente aparecem outras perguntas relacionadas com os aspectos indígenas, como por exemplo, a qual etnia pertence e qual atividade é desempenhada pelo indivíduo.

O aplicativo DMC foi elaborado pela Diretoria de Informática do IBGE especificamente para as atividades nessas áreas especiais. Pelo sistema, as informações coletadas são transmitidas, via Internet, para uma central de dados do Censo.

Conforme Gabriel Medeiros, foram aplicados 30 questionários/testes em três aldeias xacriabá: Rancharia/Tenda, Sumaré e Brejo do Mata Fome. Esta última é o principal núcleo da reserva indígena, onde funcionam o posto da Fundação Nacional do índio (Funai), escola e posto de saúde. A reserva conta com cerca de 9,2 mil moradores, que correspondem a mais de 70% da população de São João das Missões (12,8 mil moradores).

O pesquisador do IBGE explica que o formulário destinado exclusivamente à comunidade indígena está sendo testado com antecedência para evitar falhas na contagem populacional final. “O objetivo dos testes é permitir que os trabalhos do Censo 2020 sejam desenvolvidos sem obstáculos”, afirma Medeiros. “É como se a Seleção realizasse amistosos antes da Copa do Mundo como forma se planejar melhor e chegar pronta para a competição”, compara o técnico.

Ele testou o aplicativo entre os xacriabás junto com outro servidor do IBGE, o técnico Denisson Diamantino. A atividade no território indígena foi iniciada e, 27 de agosto, sendo encerrada ontem. 


Também no Norte de Minas, o Dispositivo Móvel de Coleta do Censo 2020 foi testado na comunidade quilombola Caraíbas, no município de Pedras de Maria da Cruz. A comunidade fica situada às margens do Rio São Francisco e seus moradores também se declaram como povo tradicional vazanteiro. Gabriel Medeiros esclarece que o aplicativo conta também com perguntas específicas para os quilombolas.

Em Caraíbas foram respondidos pelo menos 10 questionários durante os testes com o aplicativo a ser usado no Censo 2020. A área quilombola foi visitada pelos servidores do IBGE Denisson Diamantino e Raquel Bezerra.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade