Publicidade

Estado de Minas

Família das vítimas do acidente na 381 relatam dificuldade para obter informações

Ligações telefônicas para o Hospital de São Gonçalo, um dos que receberam as vítimas, não são atendidas


postado em 27/08/2018 18:43 / atualizado em 27/08/2018 21:43

(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
O acidente envolvendo um carro e um ônibus na, manhã desta segunda-feira, na Rodovia Fernão Dias, BR-381, até o momento, deixou quatro mortos, além de 49 pessoas feridas. Em contato com o Estado de Minas, a filha de uma das sobreviventes disse estar tendo dificuldades de comunicação com o Hospital de São Gonçalo do Rio Abaixo, Região Central de Minas Gerais.

Segundo a mulher, que está fora da cidade, ela conseguiu conversar com a mãe apenas uma vez após o acidente. “É uma situação desesperadora não ter informação. Até pensei em ir para lá, mas não tenho como.” 

Ainda de acordo com a mulher, que também tem a sogra internada no hospital, conviver com as notícias das mortes durante o dia é assustador: “você procura [esclarecimento] no lugar e eles não dão, aí vão chegando as notícias das mortes”.

A reportagem também tentou contato com o hospital, mas não obteve sucesso.

*Estagiário sob supervisão da editora Liliane Corrêa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade