Publicidade

Estado de Minas

Homem tenta atropelar policiais e morre baleado em blitz no Bairro Guarani

Suspeito tentou escapar de abordagem jogando carro contra militares na madrugada desta terça e eles atiraram. Dentro do carro polícia encontrou drogas e uma arma


postado em 21/08/2018 09:27

Um homem, ainda não identificado, morreu após tentar escapar de uma blitz no Bairro Guarani, Região Norte de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), ele tentou atropelar os militares, que atiraram contra o veículo dele. Dentro do carro foram encontradas drogas e uma arma. 

O caso ocorreu pouco antes da 1h desta terça-feira. De acordo com a PM, consta no boletim de ocorrência que os policiais atuavam na operação BH Mais Segura e abordavam um motociclista quando o suspeito se aproximou em uma Fiorino branca, demonstrando nervosismo. O comportamento dele chamou a atenção dos policiais, que fizeram gestos e deram ordem para que ele parasse. 

Nesse momento, o motorista da Fiorino jogou o veículo na direção de um sargento, que só não foi atropelado porque se jogou no chão. Ele sofreu um ferimento leve em um dos joelhos. O condutor continuou a fuga e tentou atropelar um soldado, que também conseguiu escapar. 

Conforme a PM, os militares atiraram contra o veículo, que foi encontrado na Rua Pau-brasil. O motorista foi baleado e chegou a ser socorrido no Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova, mas morreu. 

Ainda segundo a polícia, eles revistaram o carro e encontraram um revólver calibre 32 escondido sob o banco do passageiro, além de quatro barras de maconha prensada em um vão interno na lataria. Os policiais envolvidos na ocorrência ficaram detidos em um batalhão, procedimento adotado pela corporação nesse tipo de ocorrência. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade