Publicidade

Estado de Minas

Após mais de 24 horas, corpo é retirado de carreta incendiada em Juiz de Fora

Veículo que transportava combustível bateu em barranco, tombou e pegou fogo na LMG-874 na manhã de quinta-feira


postado em 10/08/2018 08:54 / atualizado em 10/08/2018 09:59

Ver galeria . 4 Fotos Carreta tombou e pegou fogo na manhã desta quinta-feira na Estrada União Indústria, em Juiz de Fora. Chamas atingiram a vegetaçãoCorpo de Bombeiros/Divulgação
Carreta tombou e pegou fogo na manhã desta quinta-feira na Estrada União Indústria, em Juiz de Fora. Chamas atingiram a vegetação (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação )

Militares do Corpo de Bombeiros retiraram, na manhã desta sexta-feira, o corpo da vítima que morreu no tombamento de uma carreta com combustível na LMG-874, conhecida como Estrada União Indústria, em Juiz de Fora, na Zona da Mata. O veículo se incendiou após tombar na rodovia na quinta-feira. A remoção dos restos mortais ocorre mais de 24 horas depois do acidente. 

A carreta tombou e pegou fogo após bater em um barranco em frente a Usina de Marmelos. Um rastro de fogo foi deixado na vegetação às margens da rodovia. Um vídeo gravado no local mostra o momento de uma explosão. 

Segundo o Corpo de Bombeiros de Juiz de Fora, cerca de 20 militares atuaram no combate às chamas, usando água e espuma. A ocorrência também mobilizou a Polícia Militar (PM) Ambiental e Rodoviária, a Secretaria de Transporte e Trânsito (SETTRA) da cidade. O Exército Brasileiro e a Companhia de Saneamento Municipal (Cesama) forneceram caminhões de água. 



A vítima do acidente morreu carbonizada, mas não foi possível retirá-la até a realização da perícia. Segundo os bombeiros, o homem se chamava Júlio César Vieira de Oliveira, de 34 anos. Os bombeiros deixaram o local do acidente na noite passada e a Polícia Militar permaneceu lá fazendo a segurança da cena. Os trabalhos do Corpo de Bombeiros foram retomados nesta manhã. A carreta ainda ocupa parte da via.

Ainda nesta manhã, local do acidente permanecia parcialmente interditado(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Ainda nesta manhã, local do acidente permanecia parcialmente interditado (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade