Publicidade

Estado de Minas

Mulher é assassinada em estrada na Grande BH

A vítima foi encontrada em uma estrada no Bairro Capim Rasteiro com ferimentos na cabeça possivelmente provocados com uma pedra. Ela estava vestida com uniforme de uma drogaria da capital mineira


postado em 02/08/2018 18:16

Um inquérito foi aberto para apurar o assassinato brutal de uma mulher de 33 anos em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A vítima foi encontrada em uma estrada no Bairro Capim Rasteiro com ferimentos na cabeça possivelmente provocados com uma pedra. Ela estava vestida com uniforme de uma drogaria da capital mineira. A motivação e a autoria do crime ainda é um mistério.

A vítima foi encontrada caída por volta das 8h desta quinta-feira. De acordo com a Polícia Militar (PM), uma pessoa acionou a corporação depois de passar pela estrada Galba Rios e avistar o corpo em frente a um sítio.

Quando os militares chegaram no local, avistaram a vítima com a cabeça esmagada e uma pedra ao lado. Também foi encontrada uma caixa de remédio e um pedaço de corda próximo ao cadáver. A perícia da Polícia Civil e equipes da Delegacia de Homicídios de Contagem estiveram na estrada e iniciaram os primeiros levantamentos para chegar até os criminosos.

O marido da vítima foi encontrado pelos militares por volta das 13h. De acordo com a PM, ele informou que acompanhava a mulher até o ponto de ônibus todos os dias. Porém, nos últimos meses, ela não quis que ele a levasse para não acordá-lo. Homem informou, ainda, que tentou ligar para a companheira por volta das 11h15, mas o telefone estava desligado. Informou, também, que levou o filho e 9 anos na escola. Uma colega de trabalho do homem informou a PM, que ele assumiu serviço nesta quinta-feira às 8h.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações já estão em andamento para apurar os fatos. Testemunhas já foram ouvidas pela equipe da Delegacia de Homicídios de Contagem.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade