Publicidade

Estado de Minas

Táxis são liberados na pista do Move em três avenidas perto do Mineirão

Anúncio foi feito em evento do sindicato dos taxistas hoje. Veículos serão liberados nas pistas a partir de amanhã


postado em 31/07/2018 12:55 / atualizado em 31/07/2018 14:51

Kalil e outras autoridades participaram de evento no sindicato dos taxistas em BH(foto: Reprodução da internet/Facebook/Sincavir)
Kalil e outras autoridades participaram de evento no sindicato dos taxistas em BH (foto: Reprodução da internet/Facebook/Sincavir)
A partir da próxima segunda-feira, 6 de agosto, os táxis de Belo Horizonte poderão circular pelas pistas exclusivas para ônibus nas avenidas Antônio Abrahão Caram, Coronel Oscar Paschoal e Carlos Luz, todas no entorno do Estádio Mineirão, na Região da Pampulha. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS).

O prefeito, o vice Paulo Lamac e o presidente da BHTrans, Célio Freitas Bouzada participaram nesta terça-feira da Feira Táxi 2018, realizada pelo Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos de Minas Gerais (Sincavir), no Bairro Ipiranga, Região Nordeste da capital. No evento, são expostos veículos, serviços e outros produtos para a categoria.

Em entrevista coletiva no local, Lamac detalhou as novidades. “O prefeito Alexandre Kalil anunciou aqui para os taxistas a possibilidade de compartilhamento de vias que até então eram exclusivas para ônibus, notadamente, a Avenida Abrahão Caram, a Avenida Catalão (Carlos Luz) na sua integralidade e o contorno do Mineirão passando ali na frente do CEU (Centro Esportivo Universitário/UFMG). O que dá novas possibilidades para que passageiros dos táxis se locomovam com velocidade por essas vias”, disse o vice-prefeito da capital. A regulamentação deve ser publicada no Diário Oficial do Município (DOM) nos próximos dias.

Atualmente, os táxis têm permissão para passar pelas pistas exclusivas nas avenidas Cristiano Machado, Antônio Carlos, e Pedro I. Somente veículos com passageiros podem utilizar as vias.

Também foi anunciada a permissão para utilização do gás natural veicular (GNC) em alguns modelos de táxis de Belo Horizonte.

Crítica aos vereadores


Durante o evento, o prefeito Alexandre Kalil (PHS) voltou a criticar alguns vereadores da Câmara de Belo Horizonte que não dão andamento ao projeto de lei para a regulamentação dos aplicativos de carona paga.  “As vantagens que estamos dando para o táxi é para poder diminuir o que vem acontecendo com os aplicativos. E que também não adianta virar o rosto para eles, porque o prejuízo dos táxis será maior. Fizemos um projeto simples, aprovado pelo Sincavir, aprovado pelo Uber, aprovado pelo Cabify, aprovado por todos estes aplicativos. E parou na demagogia da Câmara de Vereadores. Meia dúzia sentaram em cima. E estão prejudicando toda a categoria”, disse.

O administrador municipal aproveitou para convocar os taxistas para cobrarem dos parlamentares. “ Vão para dentro da Câmara e vejam quem parou, quem votou contra. Nós estamos tentando fazer a cidade andar. Tem gente que não quer que as categorias andem, que pai de família, apertados, sem regulamentação e com aplicativo sem pagar imposto. É isso que estão fazendo com vocês lá, e tem que ver quem está fazendo. É simples assim. É assim que muda o Brasil”, completou.

Por fim, comentou que está incomodado com a burocracia. “Estou muito preocupado com as coisas que estão acontecendo. Na burocracia que impede que classes importantes como vocês parem nas mãos de demagogos, parem na mão de irresponsáveis”, finalizou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade