Publicidade

Estado de Minas

Motorista morre após bater caminhão contra trem em Resplendor

Homem tentou passar entre um trem carregado com soja e outro carregado com minério de ferro, no qual bateu e foi espremido contra a primeira ferrovia; acidente afeta transporte de passageiros por trem, entre Cariacica (ES) e BH


postado em 24/07/2018 17:50 / atualizado em 24/07/2018 21:01

(foto: Reprodução/WhatsApp)
(foto: Reprodução/WhatsApp)
O motorista de um caminhão, de 23 anos, morreu após colidir seu veículo contra um trem de carga, na cidade de Resplendor, na região do Vale do Rio Doce. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem tentou passar entre um trem carregado com soja e outro carregado com minério de ferro. Neste último, ele bateu e foi espremido contra a primeira ferrovia. 

A PM e o Corpo de Bombeiros da cidade se deslocaram para atender à ocorrência, que se deu em uma passagem de nível entre a ferrovia e uma avenida local. A vítima foi socorrida ao Hospital de Pronto-Socorro da cidade (Hospital Nossa Senhora do Carmo), mas não resistiu aos ferimentos. 

De acordo com informações repassadas pela PM, os trens pertenciam à mineradora Vale, que já realiza ações para remover os vagões da linha férrea. A situação de momento é classificada como "tranquila". O motorista do caminhão prestava serviço a uma terceirizada da empresa multinacional. 

Em nota, a Vale informou que o acidente se deu na Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), que liga Cariacica (ES) a Belo Horizonte. Conforme a empresa, o local da ocorrência está "devidamente sinalizado".

Transporte 

Quanto ao fluxo de passageiros rumo a Cariacica, a Vale ressaltou que "fará o baldeio dos passageiros em ônibus de viagem alugados pela empresa". 

Além disso, nesta quarta-feira, o trem de passageiros só vai circular entre Belo Horizonte e Governador Valadares, Vale do Rio Doce, nos horários habituais e nos dois sentidos. 

A mineradora ainda destacou que os passageiros com viagem marcada "poderão remarcar o bilhete ou pedir o reembolso do valor investido na compra da passagem". Segundo a empresa, para isso, os interessados "devem se dirigir, no prazo de até 30 dias, a qualquer uma das estações localizadas ao longo da Estrada de Ferro Vitória a Minas".

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade