Publicidade

Estado de Minas

Polícia investiga caso de bebê asfixiado em creche de Poços de Caldas

Menino de 5 meses teria escorregado e ficado com a cabeça presa em uma grade do carrinho. Ele está internado no CTI da Santa Casa da cidade


postado em 11/07/2018 12:25 / atualizado em 11/07/2018 12:47

Centro de educação infantil foi inaugurado em 2016 e fica no Bairro Vila Matilde(foto: Prefeitura de Poços de Caldas/Divulgação)
Centro de educação infantil foi inaugurado em 2016 e fica no Bairro Vila Matilde (foto: Prefeitura de Poços de Caldas/Divulgação)

A Polícia Civil em Poços de Caldas, no Sul de Minas, investiga o caso de um bebê de apenas 5 meses que ficou com a cabeça presa em um carrinho dentro de uma creche da rede municipal no Bairro Vila Matilde na última segunda-feira, dia 9. O menino está no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa da cidade. A prefeitura da cidade também está apurando o ocorrido. 

Segundo a PM, um assistente social da Santa Casa ligou para o 190. Responsáveis pela creche contaram que o bebê foi deixado pelo local pela mãe em um carrinho e sem o cinto de segurança. O caso teria ocorrido quando a criança dormiu, escorregou e a cabeça teria ficado presa na grade de proteção do carrinho. A mãe contou para a polícia que o bebê estava na creche há apenas 15 dias. 

Conforme a prefeitura, a Secretaria Municipal de Educação “encaminhou o caso à Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas para a apuração dos fatos e execução das medidas administrativas cabíveis”. O centro de educação infantil está funcionando normalmente, segundo a administração municipal.



Em abril, uma outra ocorrência na instituição provocou alerta. Um menino de 3 anos fugiu pelo portão da creche e foi atrás da mãe, atravessando uma avenida, pouco depois de ser deixado na instituição. 

Leia, na íntegra, a nota da Prefeitura de Poços de Caldas sobre o caso do bebê: 

"Em relação à ocorrência registrada na última segunda-feira (9), no Centro de Educação Infantil municipal Conceição Aparecida Miguel, na Vila Matilde, zona sul do município, a Prefeitura informa que:

- a coordenação do CEI e a equipe da Secretaria Municipal de Educação estão prestando total apoio à família;

- a SME encaminhou o caso à Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas para a apuração dos fatos e execução das medidas administrativas cabíveis;

- o bebê continua internado no CTI da Santa Casa e, de acordo com a equipe médica, o estado de saúde é grave, mas estável;

- a equipe médica aguarda 72 horas da ocorrência para nova avaliação."


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade