Publicidade

Estado de Minas

Aparição de onça assusta moradores no Vale do Rio Doce; veja vídeo

Animal foi capturado na tarde desta segunda-feira e solto em uma área de preservação ambiental


postado em 10/07/2018 15:42 / atualizado em 10/07/2018 17:08


A presença de uma onça assustou os moradores de São João do Manteninha, no Vale do Rio Doce, na semana passada. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o felino foi visto por moradores e chegou, inclusive, a atacar a criação de animais em algumas residências. Com o apoio da Polícia Militar de Meio Ambiente, os bombeiros conseguiram capturar o animal nesta segunda-feira.

Ainda de acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a onça-parda foi vista pela primeira vez na última quinta-feira. A prefeitura emitiu um comunicado para alertar os moradores e desde então uma operação foi montada para capturar o animal. Nas redes sociais, moradores da cidade dizem que seria mais de um felino, porém, a informação não foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros.

O proprietário de uma residência, no Bairro Recanto das Pedras, avistou o felino na manhã desta segunda-feira tentando atacar suas galinhas no quintal e conseguiu espantá-la. Em seguida, ele acionou os militares. Na fuga, a onça ficou encurralada em uma fenda de rocha, o que favoreceu o cerco do animal.

(foto: Redes Sociais/Reprodução)
(foto: Redes Sociais/Reprodução)
A onça, que segundo as informações dos bombeiros tem entre 2 e 3 anos, foi capturada sem qualquer ferimento. Após passar por uma avaliação veterinária, o animal foi solto em uma área de preservação ambiental, no município de Periquito, no Vale do Aço, longe de propriedades rurais.

Apesar do alívio, os moradores dizem que ainda estão alertas para o caso de haver um segundo animal. O Corpo de Bombeiros não informou se continuará monitorando a situação e nem se existe realmente outro felino circulando pela região.

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade