Publicidade

Estado de Minas

Suspeitos de atearem fogo em corpo de mulher são presos pela PM

Vítima estaria dormindo em um canteiro do terminal rodoviário de Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas, quando foi atacada por dupla


postado em 22/06/2018 18:41 / atualizado em 22/06/2018 19:42

(foto: PM/Divulgação)
(foto: PM/Divulgação)
Dois homens suspeitos de atearem fogo ao corpo de uma mulher, que estaria dormindo em um terminal rodoviário de Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas Gerais, na manhã desta sexta-feira (22), foram presos pela Polícia Militar (PM). Conforme a corporação, a dupla detida tem passagens anteriores pela polícia e teriam praticado o ato devido a uma possível dívida de droga da vítima. A mulher está em estado grave.

Funcionários do terminal rodoviário da cidade acionaram a PM ainda na manhã, denunciando que algumas pessoas teriam derramado gasolina sobre uma mulher e, em seguida, ateado fogo. Com queimaduras em várias partes do corpo, a vítima chegou a ser levada à Policlínica Municipal, mas, devido a gravidade dos ferimentos, seria transferida para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII – referência em queimados –, em Belo Horizonte. A vítima, segundo a polícia, passa longas temporadas nas ruas da cidade, embora tenha família com residência fixa.

De acordo com as investigações iniciais, os dois homens, de 20 e 29 anos, usaram o mesmo combustível utilizado para malabarismo com fogo em sinais de trânsito e, deliberadamente, atearam fogo ao corpo em uma possível dívida de drogas com os suspeitos.

Além dos dois presos, encontrados no Bairro São Sebastião, próximo ao Centro da cidade, onde fica o terminal rodoviário, a polícia procura por um terceiro envolvido, menor de idade, suspeito de participar do ato.

*Estagiário sob supervisão da subeditora Regina Werneck

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade