Publicidade

Estado de Minas

Belotur apresenta vencedores do Concurso Prato Junino; confira

Evento aconteceu na manhã deste sábado no Espaço Mineiraria, no Mercado Central; júri especializado escolheu pratos de quatro faculdades de gastronomia localizadas na capital


postado em 16/06/2018 11:48

Ana Cláudia Soares, do Senac, que produziu a única sobremesa do evento(foto: Gabriel Ronan/EM/D.A Press)
Ana Cláudia Soares, do Senac, que produziu a única sobremesa do evento (foto: Gabriel Ronan/EM/D.A Press)
O Mercado Central apresentou na manhã de hoje os pratos vencedores do Concurso Prato Junino, promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur), em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), com a Frente da Gastronomia Mineira e com faculdades de gastronomia. Depois de decisão de um júri especializado, as iguarias Surpresa Mineira,  Caldin Orai-por-nós, Porquinho no Milharal e Camadas de Junho foram selecionados. 

Recheado de histórias, o Caldin Orai-por-nós reúne uma mistura de batata-baroa, com frango, ora-pro-nóbis, farofa de bacon e panhoca de miho. “Nossa inspiração veio das nossas aulas de cozinha brasileira. Antigamente, quando a missa ainda era rezada em latim,  padre falava a expressão 'orai por nós', mas as mulheres, que estavam cozinhando, entendiam 'ora-pro-nóbis'. Assim que ele falava, as mulheres pediam para buscar o ora-pro-nóbis na horta, colocavam no frango e, quando acabasse a reza, o prato estaria no ponto certo”, afirmou a estudante Marina Luvizotto, do quarto período da faculdade de gastronomia da Una.

Quem também usou o ora-pro-nóbis para encantar os juízes foi o grupo da faculdade de gastronomia da Estácio de Sá. Além do vegetal, o prato ressaltou duas outras tradições mineiras: a costelinha e o angu. “É um bolinho de canjiquinha, com costelinha desossada e desfiada e um velouté com ora-pro-nóbis. O bolinho ainda é empanado com farinha de torresmo”, ressaltou Rogério Bandeira de Melo, que está no quinto período. 

Também vencedor, o Surpresa Mineira é um escondidinho de pernil, com canjiquinha e creme de queijo minas artesanal. “Esse prato surgiu de um outro que a gente fez o ano passado, durante um trabalho de aproveitamento integral dos alimentos. A gente queria fazer um prato diferente, com a utilização de sobras limpas”, disse Elisete Ribeiro, que estuda gastronomia no Promove. 

Única sobremesa do evento a ser premiada, o 'Camadas de Junho' foi feito pela aluna Ana Cláudia Soares, do Senac. Trata-se de verrine com camadas de mousses de canjica e amendoim, broa coalhada e caramelo de rapadura. Amendoim crocante, pipoca de sagu e caldo de capim limão e especiarias complementam o menu. “É a única sobremesa! Concorri com oito pratos, entre doces e salgados, na faculdade e a disputa foi bem acirrada”, destacou a estudante, que desenvolveu a ideia sozinha. 

Antes da etapa de hoje, as faculdades promoveram uma competição interna para escolher os pratos representantes. Como regra, o regulamento previa que as iguarias, doces ou salgadas, deveriam ser compostas por pelo menos dois ingredientes típicos das festas juninas, como torresmo, queijo minas, milho, quiabo, mandioca, canela, coco, amendoim, rapadura, fubá, cachaça, entre outros.

Presente à programação, o vice-prefeito de Belo Horizonte, Paulo Lamac, destacou a ajuda de parceiros para a realização do evento, além da oportunidade do fortalecimento do turismo da capital. Ele também ressaltou a união entre as faculdades, os governos municipal e estadual e o público presente, o que, para ele, destaca ainda mais a culinária mineira. 
 
QUADRILHA AGITA PÚBLICO.  Para fortalecer ainda mais o espírito junino, a quadrilha São Gererê, pentacampeã do Arraial de Belô, desfilou pelos corredores do Mercado Central. Com uma caixa de som portátil, o grupo chamou atenção de quem aproveitava o sábado para descontrair no ponto turístico da capital. 

Em busca de mais uma conquista, a São Gererê se prepara para apresentar, no fim de semana dos dias 30 de junho e 1º de julho, no Concurso Municipal de Quadrilhas Juninas. O grupo pertence à categoria principal do torneio, que reúne outras 12 concorrentes. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade