Publicidade

Estado de Minas

Veja o que abre e fecha em BH nos dias dos jogos do Brasil na Copa do Mundo

Bancos terão horário diferenciado. Shoppings e comércio na ruas vão fechar no domingo da estreia da Seleção Brasileira


postado em 12/06/2018 08:57 / atualizado em 12/06/2018 09:06

(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)

Com ou sem clima, o fato é que os jogos da Seleção Brasileira mexerão com a rotina de todos, quer gostem ou não de futebol. Isso porque bancos, comércio, repartições públicas e, provavelmente, escolas mudarão seus esquemas de funcionamento nos dias em que houver partidas do Brasil. 

As agências bancárias vão atender em horário diferenciado, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Nos jogos às 9h, o expediente será das 13h às 17h. Quando a bola rolar às 11h, o expediente vai das 8h30 às 10h30, com retorno às atividades das 14h às 16h. Nas partidas marcadas para as 15h, as portas estarão abertas das 9h às 13h. Segundo a Febraban, a recomendação entra em vigor “por motivos de segurança das agências e de transporte de valores.” 

No caso do comércio, a decisão foi tomada em acordo entre a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL/BH) e o Sindicato dos Empregados no Comércio de Belo Horizonte. Na estreia do Brasil, quando o time de Tite enfrenta a Suíça, às 15h, no domingo, tanto o comércio de rua quanto as lojas dos shoppings não terão expediente. Na sexta-feira seguinte, quando Neymar e companhia enfrentam o time da Costa Rica, às 9h, os estabelecimentos abrirão as portas para os clientes a partir das 12h. 

(foto: Arte EM)
(foto: Arte EM)


Nas repartições públicas estaduais, o expediente nos dias de jogos da Seleção será das 14h às 20h, na sexta-feira, dia 22, e, na quarta-feira seguinte, das 8h às 14h. As horas não trabalhadas deverão ser compensadas até 31 de dezembro. As exceções ficam por conta de serviços médico-hospitalares e outros considerados essenciais, que devem ter esquema próprio.

A Secretaria de Estado de Educação encaminhará nesta semana ofício com orientações para as escolas da rede estadual sobre o expediente nos dias em que ocorrerem jogos da Seleção. “A partir dessa orientação geral, as unidades deverão elaborar um calendário de reposição das aulas, com a aprovação do colegiado escolar e da Superintendência Regional de Ensino, de forma a garantir a carga horária e dias letivos obrigatórios, conforme estabelecido por lei”, informou a pasta, em nota. 

O Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinep/MG) informou que tanto a dispensa para assistir aos jogos quanto a reposição de eventuais aulas perdidas serão de exclusiva responsabilidade de cada instituição. O Sinep esclarece que, caso seja do interesse da escola estabelecer recessos durante os jogos, deve ser observado o cumprimento dos 200 dias letivos e 800 horas anuais. A Secretaria Municipal de Educação não informou qual será a postura adotada nas escolas gerenciadas pela Prefeitura de BH nos dias de partidas da Seleção.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade