Publicidade

Estado de Minas

Cadastramento Escolar 2019 se inicia na próxima segunda-feira

Prazo vai de 11 a 22 de junho e compreende todas as escolas públicas estaduais e da capital mineira; vagas atendem crianças e programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA)


postado em 07/06/2018 20:27 / atualizado em 07/06/2018 20:38

Na foto, alunos do 4º período da Escola Municipal Mestre Ataide, Bairro Betânia, no Oeste de Belo Horizonte(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)
Na foto, alunos do 4º período da Escola Municipal Mestre Ataide, Bairro Betânia, no Oeste de Belo Horizonte (foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

A partir da próxima segunda-feira, crianças e jovens poderão se cadastrar para o ensino fundamental público. O prazo vai até o próximo dia 22 (sexta-feira) e será feito totalmente pela internet, por meio dos portais da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), sendo o último voltado apenas para os moradores da capital.


O cadastro funciona de maneira unificada e atende as redes estadual e municipal. Podem participar as crianças que completam seis anos até junho do ano que vem; estudantes transferidos de escolas particulares, de outras localidades ou que desejem retomar os estudos; e os candidatos ao curso de Educação de Jovens e Adultos (EJA).


A inscrição do candidato deverá ser realizada pelo pai, mãe ou responsável maior de 18 anos. Quem já atingiu a maioridade pode fazer sua candidatura por conta própria. O cadastramento para deficientes, portadores de transtornos globais do desenvolvimento e de altas habilidades/superdotação também será realizado por meio de formulário eletrônico disponibilizado no portal da SEE.


A inscrição é totalmente gratuita. Após o cadastro, os interessados devem ainda realizar a matrícula, que estará aberta do dia 17 de dezembro de 2018 ao dia 21 do mesmo mês e ano. O candidato que não realizar a matrícula dentro do prazo estabelecido será encaminhado à escola que houver vaga remanescente.


Para efetuar a matrícula, o interessado deve apresentar:


- cópia e apresentação do original de documento que comprove o endereço da residência do candidato, em conformidade com o endereço atestado no ato da inscrição, preferencialmente conta de luz recente;


- cópia e apresentação do original da certidão de nascimento ou carteira de identidade e CPF, caso possua;


- comprovante de escolaridade, quando for o caso de transferência de outros municípios, da rede particular de ensino ou retorno aos estudos.


Quem não ter acesso à internet pode procurar a Secretaria Municipal de Educação do seu município. Vale lembrar que quem já está matriculado no ensino fundamental público não precisa se habilitar novamente.

 

Com informações da Secretaria de Estado de Educação 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade