Publicidade

Estado de Minas

Seminário de rede hospitalar debate a sustentabilidade no sistema de saúde

Produtividade, tecnologia e sustentabilidade serão alguns dos temas debatidos em palestras e rodas de conversa


postado em 07/06/2018 18:30 / atualizado em 07/06/2018 18:39

Redução do consumo de energia, reciclagem de materiais, descarte de resíduos químicos e até redução do desperdício de alimentos. Estes serão alguns dos temas abordados no encontro “Sustentabilidade do setor de saúde”, no 9º Seminário de Gestão em Saúde, promovido hoje pela Rede Mater Dei, das 7h30 às 17h. As inscrições são gratuitas, porém as vagas são limitadas, e podem ser realizadas no site.

Em comemoração aos 38 anos do hospital, o evento terá a participação de especialistas para discutir os cenários que impactam o sistema de saúde brasileiro. Serão três temas que abordam o valor para o paciente e para o sistema de saúde: produtividade, tecnologia e sustentabilidade. A abertura do evento acontece às 8h15 e o credenciamento para entrada inicia às 7h30.

Às 8h45 terá início uma mesa redonda sobre a experiência dos Hospitais da Associação Nacional de Hospitais (ANAHP). Na conversa estarão presentes, o superintendente de serviços ambulatoriais e comercial do Hospital do Coração, em São Paulo, vice-presidente do conselho da ANAHP, Ary Costa Ribeiro; o diretor executivo do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e conselheiro da ANAHP, Fernando Torelly; o CEO do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e também Conselheiro da ANAHP, Henrique Neves; e o diretor executivo da Rede D’Or São Luiz, Paulo Junqueira Moll.

A partir das 14h, a vice-presidente e diretora clínica da Rede Mater Dei, Márcia Salvador Géo, irá conduzir uma conversa entre o executivo de saúde da Google, Gabriel Niero de Carvalho, o diretor corporativo de sistemas da MV, Ubirajara Maia, o diretor-geral no Brasil da Siemens Healthineers, Armando Lopes, e a diretora técnica da Rede Mater Dei, Daniela Pagliari, sobre como a tecnologia pode ajudar na sustentabilidade do setor de saúde.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade