Publicidade

Estado de Minas

Criminosos assaltam banco em Minas e dois morrem em troca de tiros com a PM

Crime ocorreu na Região Central do estado e cinco pessoas foram feitas reféns. Dois assaltantes foram mortos em confronto com a polícia. Outros três ainda estão foragidos


postado em 31/05/2018 11:10 / atualizado em 31/05/2018 12:58

(foto: Polícia Militar/Divulgação)
(foto: Polícia Militar/Divulgação)

Um novo ataque a banco no interior, desta vez em Fortuna de Minas, na Região Central do estado e a 100 quilômetros de Belo Horizonte, ocorreu na tarde desta quarta-feira e chocou os moradores da cidade. Os criminosos usaram clientes como escudo humano para assaltar uma agência do Sicoob e ainda levaram três pessoas como reféns na fuga. Durante uma troca de tiros, dois suspeitos foram mortos por policiais. 

Os assaltantes chegaram ao Centro da cidade em uma caminhonete Saveiro Cross que, segundo a polícia, havia sido roubada no último domingo. Eles renderam pelo menos 17 pessoas que estavam no banco. De acordo com o boletim de ocorrência, os cinco criminosos estavam encapuzados e fortemente armados. Os assaltantes atiraram várias vezes para o alto e em direção ao quartel da Polícia Militar (PM).

Para conter a ação da polícia, os criminosos usaram cinco clientes como escudo humano, enquanto atiravam contra os policiais. Uma das vítimas estava saindo da agência bancária quando foi abordada pelos criminosos e obrigada a ficar em frente ao banco, com as mãos na cabeça, servindo de proteção aos assaltantes. Dois policiais estavam no local, mas não foram feridos. Segundo a PM, os criminosos atiraram 12 vezes contra os militares.

De acordo com o boletim de ocorrência, três autores ficaram na porta do banco para inibir os policiais, enquanto os outros dois entraram na agência e roubaram os pertences pessoais dos clientes, além de limpar todas as gavetas do caixa. Os criminosos ainda tentaram abrir o cofre, mas não conseguiram.

Os autores ficaram no banco por cerca de 10 minutos e, na fuga, ainda levaram três pessoas como reféns. Os militares iniciaram perseguição. As vítimas foram colocadas na carroceria da caminhonete. Elas foram liberadas na saída da cidade e conseguiram voltar a pé ao quartel da PM. Nenhum deles ficou ferido.

Ainda segundo a polícia, os autores fugiram pela MG-238, sentido Estrada Córrego de Areia, trocando tiros com a polícia. Os assaltantes perderam o controle da caminhonete e abandonaram o veículo na estrada, seguindo fuga a pé por uma mata próximo ao local. 

A PM, então, conseguiu capturar dois integrantes da quadrilha, que foram feridos durante a troca de tiros. Eles foram levados ao Hospital Municipal de Sete Lagos, onde já chegaram mortos. Até a publicação desta matéria, a dupla ainda não havia sido identificada. Os militares realizam rastreamento para tentar localizar os outros três autores.

A Polícia Civil foi acionada e realizou perícia no local. Dentro do veículo, foram encontradas uma espingarda calibre 12, uma espingarda calibre 28, um revólver calibre 38, uma mochila contendo munições e R$ 30.588 mil em dinheiro, e uma bolsa com documentos e objetos pessoais de uma das vítimas do assalto. Com os autores, foram apreendidas ainda uma pistola calibre .380, com um carregador municiado com quatro cartuchos intactos, um revólver calibre 38 com seis cápsulas deflagradas, além de 27 munições calibre 38 intactas.

Segundo a PM, a caminhonete usada no crime foi roubada no último domingo. Os assaltantes plotaram o veículo de preto. A placa foi trocada pela de um Fiat Uno, também com registro de furto.

* Sob supervisão da subeditora Jociane Morais

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade