Publicidade

Estado de Minas

Aeroporto de Confins tem voos cancelados nesta segunda-feira

Balanço divulgado às 7h indicava cancelamentos de partidas até as 22h15. Orientação ainda é de ligar para a companhia aérea antes de viajar. Veja também situação em Brasília


postado em 28/05/2018 07:50 / atualizado em 28/05/2018 11:23

(foto: BH Airport/Divulgação)
(foto: BH Airport/Divulgação)

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, já começou a segunda-feira com 11 decolagens canceladas. Os dados são da BH Airport, empresa responsável pelo terminal aéreo, que informou hoje que o nível dos estoques de combustível continua restrito hoje, no oitavo dia da greve dos caminhoneiros. 

 
Por volta das 11h20, o número de partidas canceladas foi atualizado para nove e o de chegadas era de 13.   

Por meio de nota publicada em seu site, a concessionária relembra que desde a segunda-feira passada, quando a greve dos caminhoneiros começou, mantém um plano de contingência em parceria com as companhias aéreas para reduzir impactos às operações e aos passageiros. 

Segundo a empresa, o abastecimento dos aviões continua sendo feito “de forma restrita, planejada e em coordenação com as companhias aéreas”. 

“A concessionária continua acompanhando a situação por meio de um comitê de crise e até que o fornecimento de combustível seja normalizado, o plano de contingência continuará ativo”, diz a nota. “A BH Airport mantém a recomendação para que os passageiros entrem em contato com as companhias aéreas e consultem a situação dos voos antes mesmo do deslocamento até o Aeroporto”, finaliza. 
 

BRASÍLIA

 
A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) informou O Aeroporto de Brasília registrou, entre 0h e 7h desta segunda-feira, 28, 19 pousos e 26 decolagens, com quatro atrasos e três cancelamentos, sendo um na chegada e dois na partida. As informações são de boletim divulgado no início da manhã pela Inframerica, concessionária que administra o terminal.

Na noite destes domingo, o aeroporto recebeu 550 mil litros de querosene de aviação, que foram transportados até o terminal por 10 caminhões escoltados por forças federais. Com isso, o nível dos reservatórios do terminal chegou a 18%.

De acordo com a Inframerica, com o reabastecimento, as reservas do aeroporto entram em estado de atenção, por isso, a concessionária mantém a determinação de que só pousam em Brasília as aeronaves com capacidade para decolar sem necessidade de abastecimento no local. Normalmente, o Aeroporto de Brasília recebe um carregamento de 20 caminhões de querosene em média por dia.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade