Publicidade

Estado de Minas

Pescadores denunciam mortandade de peixes em usina hidrelétrica em Lavras

Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram os peixes presos dentro da barragem da usina de funil


postado em 15/05/2018 12:09 / atualizado em 15/05/2018 18:00

 
 
Uma denúncia de mortandade de peixes na Usina Hidrelétrica do Funil, em Lavras, no Sul de Minas, motivou uma inspeção no local que será realizada por um técnico do Núcleo de Emergência Ambiental (NEA), entidade pertencente à Secretaria de Estado e Meio Ambiente (Semad). 

Vídeos que circulam em redes sociais mostram duas situações diferentes sobre a mortandade dos peixes. Em um deles, diversos animais aquáticos da espécie dos dourados aparecem presos na barragem da usina, sem conseguir chegar ao Ribeirão Vermelho, que corta a região. Em outras imagens, moradores encontram grande quantidade de peixes mortos fora dos leitos.

A Colônia de Pescadores Profissionais e Artesanais de Lavras denunciou a mortandade e pede verificação de uma possível falha no elevador instalado dentro da usina hidrelétrica e que transportava os peixes ao ribeirão. O grupo ainda pede a construção de uma escada, no leito do rio, para facilitar a locomoção dos peixes. 

A vistoria programada pela Semad deve ocorrer por volta de 13h30. 

Em nota, a Aliança Energia disse que "acionou os órgãos competentes assim que identificou a presença atípica de um cardume abaixo da barragem". A empresa ainda informou que o "Sistema de Transposição de Peixes (STP) funciona no período da Piracema, conforme padrão operativo e licenças ambientais" e que "equipe da UHE Funil está contribuindo e à disposição dos órgãos responsáveis na apuração do ocorrido".
 
*Estagiário sob supervisão da subeditora Regina Werneck 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade