Publicidade

Estado de Minas

Idoso de 78 anos é encontrado morto dentro de casa em Santa Luzia

Filha encontrou o pai caído no chão, com ferimento no rosto. Ela também deu falta de uma televisão que ficava em um dos cômodos


postado em 09/05/2018 09:28 / atualizado em 09/05/2018 16:16

Um idoso de 78 anos foi encontrado morto, com ferimentos, dentro de casa no início da noite dessa terça-feira no Bairro Santa Mônica, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Uma televisão da casa da vítima desapareceu. Até o momento nenhum suspeito foi localizado. 

A morte foi descoberta por uma das filhas de José Rodrigues de Souza, que mora no mesmo lote na Estrada Bananal. Segundo a Polícia Militar (PM), ela contou que o pai tinha o costume de ficar em casa com a porta da frente e a janela fechada. Por volta das 18h de ontem, ela foi até o imóvel e estranhou que a entrada estava trancada com corrente e cadeado, enquanto a janela estava aberta. 

Como ele não teve resposta ao chamar, pulou a janela e começou a procurar o pai. José Rodrigues de Souza estava caído no chão do quarto. Havia marcas de sangue no rosto dele, em uma almofada e no chão. A mulher também deu falta de uma televisão que ficava em outro cômodo. O idoso morava no imóvel com uma outra filha mas, segundo a PM, ela não consegue se comunicar por conta de sequelas de uma meningite na infância. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e a equipe constatou a morte do idoso. A perícia da Polícia Civil constatou que ele tinha uma escoriação no rosto e um ferimento no joelho esquerdo. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML). 
 
Ainda segundo a PM, a filha de José afirma que esteve em casa durante todo o dia e não ouviu nenhum barulho fora do normal. Ela contou que o pai costumava emprestar dinheiro às pessoas. Ainda segundo a polícia, o companheiro da mulher disse ter ouvido, no início da manhã de terça, um ônibus parar na porta da casa e o barulho dos portões sendo abertos, mas entendeu que era o sogro chegando ao imóvel.

O caso foi encaminhado à 2ª Delegacia de Polícia de Santa Luzia. Inicialmente, a Polícia Civil trabalha com o hipótese  de latrocínio, que é o roubo seguido de morte. A perícia da corporação compareceu ao local e foi aberto inquérito para as investigações. Até a tarde desta quarta-feira, ninguém havia sido preso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade