Publicidade

Estado de Minas

Traficante que distribuía três toneladas de droga por ano é preso em BH

Robson Tadeu de Freitas, de 38 anos, foi preso em uma operação conjunta entre Ministério Público e Polícia Militar. Ele é considerado um dos maiores traficantes da Região Norte de BH


postado em 29/04/2018 10:39 / atualizado em 29/04/2018 12:38

Material apreendido pelos militares com os dois presos(foto: Divulgação Polícia Militar)
Material apreendido pelos militares com os dois presos (foto: Divulgação Polícia Militar)

Uma operação conjunta entre o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e militares do 13º Batalhão da Polícia Militar  prendeu um dos maiores traficantes da Região Norte de Belo Horizonte. Segundo as investigações, Robson Tadeu de Freitas, de 38 anos, é o responsável pela distribuição de cerca de três toneladas de droga por ano. Ele foi capturado em casa, no Bairro Maria Goretti, Região Nordeste de Belo Horizonte, na tarde deste sábado, 29, após fugir de uma perseguição policial. 

A prisão só foi possível porque o criminoso já vinha sendo monitorado pelo Ministério Público Estadual. Os agentes descobriram que no sábado, o traficante faria uma entrega de droga e montou a operação conjunta com a Polícia Militar. De acordo com o Tenente Antônio Gustavo Diniz Matoso, que integrou a equipe de policiais do Tático Móvel da 13ª Companhia da PM, o esquema de transporte de droga era cheio de estratégias. “ O Robson não levava a droga, nem no carro ele ia. Era sempre feito por uma mula (pessoa contratada para fazer o transporte da droga)”, explica. Outra forma de tentar despistar os policiais usada pelo traficante, era sair acompanhado de criança ou mulher. No dia da prisão, o traficante escoltava uma carga de droga que seria distribuída no Conjunto Felicidade, Região Norte da capital, acompanhado do filho de sete anos. 

Agentes seguiram os criminoso por todo o percurso. Robson conduzia um Palio azul. O outro veículo que levava a droga, era um Gol, de cor prata. Segundo Matoso, os suspeitos saíram do Bairro Maria Goretti,  e seguiram para o Conjunto Felicidade. “Eles Passaram pelo Anel Rodoviário, pegaram a Cristiano Machado, na altura do Bairro Floramar, eles deixaram a avenida e entraram sentido Bairro Jardim Guanabara. A abordagem foi feita na Avenida Gabriela Varella, já próximo da entrada do conjunto”, contou o policial. 

No momento da abordagem feita pelos agentes ao primeiro veículo, onde encontrava-se a droga, Robson, que vinha atrás, conseguiu fugir. “Ele pegou um táxi e voltou para a casa dele com o filho. O que não sabia é que estávamos monitorando o imóvel também”, contou o militar. Os agentes prenderam o traficante em casa. No local, os policiais ainda apreenderam diversos chips de operadoras diferentes que eram usados para comunicar com a quadrilha e evitar rastreio das autoridades. 

O homem contratado por Robson para fazer o transporte do material era Davidson Larander da Silva, de 35 anos. No carro foram encontrados 16 barras de maconha escondidas numa caixa de papelão, um Iphone e dinheiro. Para tentar disfarçar a droga, os criminosos tiveram o cuidado de misturar a embalagem a outras caixas com compras de supermercado.  Na casa de Davidson, os policiais encontraram mais 15 aparelhos Iphone. Todos, segundo os militares, são roubados.

As investigações mapearam ainda, o patrimônio adquirido por Robson com o dinheiro do tráfico. Ele é dono de quatro casas em Belo Horizonte, sendo uma delas luxuosa, e três carros. Os dois presos foram levados para a Central de Flagrantes (Ceflan). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade