Publicidade

Estado de Minas

SES confirma duas primeiras mortes por dengue este ano

Em 15 dias, aumentou em 25,6% o número de casos prováveis da enfermidade nos primeiros meses de 2018


postado em 10/04/2018 14:34 / atualizado em 10/04/2018 18:23

O mosquito transmissor da dengue causou as duas primeiras mortes pela doença este ano em Minas Gerais. Os óbitos, nas cidades de Conceição do Pará (Centro-Oeste mineiro) e Uberaba (Triângulo) foram confirmados no boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).


Há ainda nove mortes em investigação no estado. Em 15 dias, aumentou em 25,6% o número de casos prováveis da enfermidade nos primeiros meses de 2018. Febre chikungunya e zika também tiveram aumento expressivo das notificações.

Os casos prováveis de dengue passaram de 9.050 (número divulgado pela SES há duas semanas) para 11.367 ontem. Ano passado, houve 18 mortes por dengue no estado. A chikungunya saiu de 1.857 infecções para 2.724 – salto de 46,7%.

Elas estão concentradas na região do Vale do Aço. Desse total, 32 são gestantes, sendo que 10 têm confirmação laboratorial. Não há mortes registradas nem em investigação para a febre chikungunya, que no ano passado tirou a vida de 13 pessoas.

Já os números da zika foram elevados em 10,8%, saindo de 102 para 113 – 34 são grávidas. Os casos prováveis foram detectados em 20 cidades mineiras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade