Publicidade

Estado de Minas

'Queridinho das noivas' volta ao trabalho e diz que vai cumprir todos os contratos

Depois de especulações sobre uma possível crise e do não cumprimento de contratos firmados, o maquiador e cabeleireiro Marcus Martinelli retomou os trabalhos depois de uma semana parado


postado em 23/03/2018 18:46 / atualizado em 24/03/2018 11:05

Marcus Martinelli voltou a trabalhar em um salão no Bairro Belvedere, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press.)
Marcus Martinelli voltou a trabalhar em um salão no Bairro Belvedere, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press.)

O queridinho das noivas garante que não está fora de atividade. Em novo endereço provisório, o maquiador e cabeleireiro Marcus Martinelli voltou a mostrar seu talento nesta sexta-feira, num salão no Bairro Belvedere, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Depois de especulações sobre uma possível crise e do não cumprimento de contratos firmados, ele retomou os trabalhos depois de uma semana parado.

Problemas com a empresa de Marcos Luiz Batista Martinelli vieram a público na quinta-feira da semana passada, quando proprietários do imóvel em que funcionava o estúdio de beleza, na Avenida Bandeirantes, no Bairro Mangabeiras, conseguiram cumprir uma ordem de despejo. O maquiador negou que tenha sido por atraso em aluguéis. “Eu tinha prazo para entregar a casa e foi opção minha devolvê-la. Meu contrato venceu em 15 de janeiro e o valor do reajuste, na minha visão abusivo, estava sendo questionado. O aluguel subiu de R$ 19 mil para R$ 32 mil. O proprietário não cedeu e, depois de nove anos no espaço, pedi dois meses para me organizar, o que ele também não aceitou”, conta. A casa foi entregue anteontem.

O novo espaço funciona no segundo andar do Mind and Hair, na Avenida Jornalista Djalma Andrade, no Belvedere, em sistema de locação de cessão de espaço. Segundo o advogado de Martinelli, Guilherme Cobra, há projeto para uma sede própria, mas ainda sem prazo estabelecido. “Ele vai atender todas as noivas e cumprir os 30 contratos que já tem firmado até o fim do ano, fora os 17 contratos de sua equipe”, afirma. “Estamos à disposição de todas e todas podem vir conhecer”, diz.

De acordo com o responsável pelo jurídico da empresa, a situação se agravou quando um grupo de profissionais do antigo instituto de beleza se juntou para abrir negócio próprio. O salão mais enxuto foi a gota d'água para a mudança e a formação de uma nova equipe. Ele não sumiu, mas durante essa semana, em que precisava conseguir outro espaço, ou atendia telefone ou focava no ambiente novo”, diz.

Marcus Martinelli conta que deixou, inclusive, as redes sociais para focar no novo projeto. “Não pensei que as pessoas comentariam essa mudança da forma como ocorreu. As noivas e clientes já sabiam que eu ia mudar. Tive uma decepção grande com os profissionais que trabalhavam comigo que soltaram informações de que eu ia devolver o imóvel e não cumpriria os contratos”, afirma o maquiador. “Tenho 17 anos de trabalho. Nunca passou pela minha cabeça causar qualquer prejuízo a terceiros”, garante.

Ele conta que queria continuar atendendo em estrutura de mesmo nível ou superior. “Já trabalhei no Belvedere e aqui é um espaço bem preparado.” Day spa garantido em sala fechada por blindex para massagem e com banheira de hidro, num jardim irretocável, com vista definitiva para a cidade. O segundo andar, com direito a varanda, também tem a cidade como horizonte. “Nada na vida profissional mudou. Não precisava ter sido assim.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade