Publicidade

Estado de Minas

Roubo de cabos desativa semáforos e provoca congestionamento em BH

Sinais de trânsito são alvos constantes de ladrões que cortam os cabos para retirar o cobre dos fios e vendê-lo


postado em 19/03/2018 18:05 / atualizado em 19/03/2018 18:45

Segundo a BHTrans, a fiação roubada já está sendo substituída(foto: BHTrans/Divulgação)
Segundo a BHTrans, a fiação roubada já está sendo substituída (foto: BHTrans/Divulgação)

Motoristas que passam pela Avenida Antônio Carlos, um dos principais corredores da capital, enfrentam congestionamento nesta segunda-feira, devido à falta de sinalização em alguns trechos da via. Segundo a BHTrans, a fiação de vários semáforos foi roubada e, por isso, o trânsito é operado pelos agentes da empresa.

De acordo com a empresa de transportes, o roubo de cabeamento deixou semáforos desativados na Antônio Carlos com Rua Major Delfino de Paula, no Bairro São Francisco, na Região da Pampulha, onde o tráfego de veículos segue lentamente; e na Antônio Carlos com Rua Viana do Castelo, também no Bairro São Francisco, onde os pedestres atravessam a rua com a ajuda dos agentes de trânsito.

O roubo de cabeamento também deixou semáforos desativados na Avenida Pedro II com Rua Peçanha, no Bairro Bonfim, na Região Noroeste da capital, na Cristiano Machado, na Avenida Américo Vespúcio e também na Rua Alagoas, segundo a BHTrans. A empresa de transportes informou que a situação ainda não foi normalizada, mas que a fiação já está sendo substituída.

Procurada pela reportagem do Estado de Minas, a Cemig informou que o problema não afetou a rede elétrica da região e que, por isso, não foi acionada. As polícias Militar e Civil ainda não se manifestaram sobre o problema. Em nota, a BHTrans orienta motoristas e pedestres a redobrarem a atenção nos seus deslocamentos.

Na foto, a situação do semáforo da Antônio Carlos com Rua Major Delfino de Paula devido furto de cabeamento(foto: BHTrans/Divulgação)
Na foto, a situação do semáforo da Antônio Carlos com Rua Major Delfino de Paula devido furto de cabeamento (foto: BHTrans/Divulgação)
PREJUÍZO
Os semáforos são alvos constantes de ladrões que cortam os cabos para retirar o cobre dos fios e vendê-lo. A BHTrans informou que tem buscado "substituir o cobre por materiais com menor atratividade como, por exemplo, o plástico nos focos dos semáforos para pedestres".

Segundo a empresa de transportes, por semana, cerca de de cinco a oito semáforos precisam ter a fiação substituída por furto do cabeamento. Este ano, segundo a BHTrans, a cidade já teve que bancar a substituição de nada menos que 13,805 metros de cabos danificados por vandalismo, entre furtos, depredações e colisões, o que consumiu mais de R$ 83 mil.

Ano passado, a empresa gastou mais de R$ 270 mil para repor material danificado por vandalismo, incluindo objetos furtados, depredados e destruídos por acidentes. Só com os cabos, o prejuízo foi de mais de R$ 116 mil, para substituir 29.001 metros de fios.

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade