Publicidade

Estado de Minas

Casa desmorona durante a chuva em BH e moradores são soterrados

A estrutura cedeu durante o temporal que atingiu a capital mineira no fim da tarde. Duas mulheres foram soterradas pelos escombros e foram socorridas


postado em 16/03/2018 18:37 / atualizado em 16/03/2018 21:19

Ver galeria . 12 Fotos A estrutura da casa cedeu durante o temporal que atingiu a capital mineira no fim da tarde. Duas mulheres foram soterradas e foram retiradas com vidaGladyston Rodrigues/EM/DA Press
A estrutura da casa cedeu durante o temporal que atingiu a capital mineira no fim da tarde. Duas mulheres foram soterradas e foram retiradas com vida (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press )

O desmoronamento de uma casa mobiliza militares do Corpo de Bombeiros na noite desta sexta-feira na Vila Primeiro de Maio, na Região Norte de Belo Horizonte. A estrutura cedeu durante o temporal que atingiu a capital mineira no fim da tarde. Duas mulheres foram soterradas e foram retiradas com vida. Ao menos um imóvel terá que ser interditado no local.



A ocorrência aconteceu na Rua Jorge Francisco dos Santos, 232, mobiliza diferentes órgãos de segurança. Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Defesa Civil e funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), trabalham de forma conjunta.

A primeira equipe de segurança a chegar ao local foi a do sargento Juarez de Paula, do Grupo Especializado em Área de Risco (Gepar) do 13º Batalhão. Segundo ele, seis pessoas estavam no imóvel quando um barranco desmoronou durante o temporal. “Com a chegada da viatura, vimos que tinham seis pessoas. Quatro conseguiram sair e duas, sendo uma deficiente física, ficaram presas nos escombros”, contou o policial.



Os militares dos bombeiros conseguiram chegar até a vítima mais velha, identificada como Soraia, de 48 anos, por volta das 19h. “Ela estava inconsciente e por isso foi usado um desfibrilador. Ela reagiu bem e foi encaminhada para a ambulância onde recebeu os cuidados médicos”, contou o sargento.

Os bombeiros utilizaram balões de oxigênio para ajudar na respiração das vítimas enquanto elas estavam embaixo dos escombros. Por volta das 19h15, os militares conseguiram retirar a outra vítima, identificada como Ingrid, de 18 anos. “A moça também está bem. Nenhum corre o risco de morrer”, disse Juarez de Paula.

Moradores da região acompanham os trabalhos(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press)
Moradores da região acompanham os trabalhos (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press)


Estragos


O temporal que atingiu Belo Horizonte nesta sexta-feira gerou diversas ocorrências pela cidade. Foram registrados alagamentos, carros foram arrastados pela enxurrada, vias tiveram que ser interditada devido ao volume de água. De acordo com a Defesa Civil, em apenas 20 minutos choveu na Região Oeste o equivalente a 46% da média histórica do mês.

Somente na região, foi registrado o acumulado de 74,6 milímetros. Depois, o maior volume foi registrado na Região Noroeste, 53,4 mm, seguido da Região Centro-Sul, com 49,8mm, Nordeste, 41,8 mm, Pampulha, 37,2 mm, Leste 33,4 mm, Venda Nova, 25,8 mm e Barreiro, 16,2 mm.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade