Publicidade

Estado de Minas

Temporal derruba pontes e alaga ruas e avenidas de Ubá, na Zona da Mata

Segundo prefeitura da cidade, choveu 93 milímetros na área urbana em 12 horas, causando o transbordamento do Rio Ubá e provocando a maior enchente dos últimos 30 anos


postado em 11/03/2018 10:56 / atualizado em 11/03/2018 17:10


Moradores e a Prefeitura de Ubá, na Zona da Mata, contabilizam, na manhã deste domingo, os prejuízos causados por um temporal que assustou a cidade no fim da tarde e início da noite de ontem. Conforme o secretário de Ambiente e Mobilidade Urbana do município, Vicente de Paulo Pinto, choveu 93 milímetros entre 18h de ontem e 6h da manhã de hoje, volume que fez o Rio Ubá transbordar e levar enchentes para vários pontos da cidade. Segundo a prefeitura, é a maior enchente dos últimos 30 anos no município

Ver galeria . 13 Fotos Temporal chegou a 93 milímetros em 12 horas e provocou o transbordamento do Rio Ubá, alagando diversos pontos da cidade. Prefeitura iniciou limpeza e ainda contabiliza estragosPrefeitura de Ubá/Divulgação
Temporal chegou a 93 milímetros em 12 horas e provocou o transbordamento do Rio Ubá, alagando diversos pontos da cidade. Prefeitura iniciou limpeza e ainda contabiliza estragos (foto: Prefeitura de Ubá/Divulgação )
Os diferentes órgãos da prefeitura ainda estão levantando os prejuízos, mas já se sabe que três pontes foram levadas pela força das águas. Uma delas fica perto do aeroporto, sobre o Córrego Emboque. A segunda ponte passa sobre o Córrego da Zueira e fica no Bairro Santa Rosa. A terceira estrutura levada pela enchente liga os bairros Triângulo e Inês Groppo. Apesar desses problemas estruturais, todos os locais afetados possuem outros acessos, segundo o secretário.

Os alagamentos se espalharam por vários pontos da cidade, como no terminal rodoviário, que ficou inundado. Ruas e avenidas amanheceram cobertas de lama e lixo depois que o nível do Rio Ubá abaixou e revelou o tamanho dos estragos. "A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil foi avisada e os técnicos já chegaram na cidade. O prefeito está preparando um decreto de estado de emergência", afirma o secretário Vicente de Paulo. Às 14h o gabinete de crise se reunirá para definir as próximas ações.

Confira imagens do alagamento do terminal rodoviário de Ubá



Apesar da quantidade de água, ninguém ficou ferido. "Tivemos registro de várias pessoas ilhadas, mas todas saíram sem nenhum problema", acrescenta o secretário. Também há registro de casas inundadas em que a água atingiu mais de um metro dentro das residências. A Prefeitura de Ubá segue fazendo levantamentos para contabilizar todo o estrago causado pela chuva.

Ruas e avenidas da cidade ficaram debaixo d'água após temporal no fim da tarde deste sábado(foto: Reprodução Internet/WhatsApp)
Ruas e avenidas da cidade ficaram debaixo d'água após temporal no fim da tarde deste sábado (foto: Reprodução Internet/WhatsApp)


Abastecimento de água interrompido


A Copasa informou, por meio de nota, a que o abastecimento de água em Ubá foi interrompido, emergencialmente, neste domingo, em razão de danos eletromecânicos em equipamentos do sistema, causados pelas fortes chuvas.  As Estações de Tratamento de Miragaia e de Peixoto Filho foram inundadas. 

"A Copasa está realizando manobras na rede de abastecimento e religou alguns poços profundos para amenizar a situação", informou.  O abastecimento de água deverá ser retomado, de forma gradativa, a partir de 6h de amanhã. (Com Larissa Ricci)

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade