Publicidade

Estado de Minas

Minas tem 320 casos de febre amarela e 108 mortes

A SES informa que 87 municípios foram notificados com casos suspeitos pela doença. Ainda há 624 casos em investigação


postado em 06/03/2018 14:05 / atualizado em 06/03/2018 16:30

(foto: Edesio Ferreira/EM/DA Press)
(foto: Edesio Ferreira/EM/DA Press)
Os casos de febre amarela em Minas Gerais continuam a subir. Dados divulgados na tarde desta terça-feira pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) mostram um salto de 96 para 108 mortes confirmadas pela doença. O boletim epidemiológico confirma 320 casos. Outros 624 casos continuam em investigação.

A SES informa que 87 municípios foram notificados com casos suspeitos. Entre as cidades mais afetadas estão Mariana (31), Nova Lima (27), Juiz de Fora (23), que lideram o número de casos. A capital mineira segue com 7, sendo três mortes.

Em BH, o médico e professor do Departamento de Clínica Médica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Rodrigo Bastos Fóscolo, segue internado no hospital Felício Rocho. A secretaria informa, na semana passada, que o exame e a investigação epidemiológica comprovaram a contaminação por febre amarela, sendo que o provável local de infecção foi o município de Caeté, Região Metropolitana.

Do total de casos confirmados de febre amarela silvestre, 280 (87,5%) são do sexo masculino e 40 (12,5%) do sexo feminino. A letalidade por febre amarela em Minas Gerais no período de 2017/2018 é de aproximadamente 33,8%.

VACINAÇÃO De acordo com a SES, a cobertura vacinal de febre amarela em Minas Gerais está em torno 90%. Mas, ainda há uma estimativa de 1.986.836 pessoas não vacinadas contra, especialmente na faixa-etária de 15 a 59 anos de idade, que também foi a mais acometida pela epidemia em 2017.

Entre os 853 municípios do Estado, 25,44% (217) deles não alcançaram 80% de cobertura vacinal; outros 34,47% (294) dos municípios têm entre 80% e 94,9% de seus moradores vacinados; com mais de 95%, estão 40,09% (342) das cidades mineiras com recomendação de vacina. As ações de intensificação vacinal estão sendo realizadas em 461 municípios mineiros.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade