Publicidade

Estado de Minas

Minas tem mais quatro casos confirmados de febre amarela

Último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado e Saúde apontava 61 mortes e 164 casos da doença


postado em 15/02/2018 10:42 / atualizado em 15/02/2018 13:10

Minas Gerais tem mais quatro pacientes com diagnóstico positivo para febre amarela. Dos três casos, apenas um evoluiu para morte, um morador de Caranaíba, na Zona da Mata, que morreu em 1º de fevereiro.

Os novos casos foram confirmados nesta manhã pela Secretaria Municipal de Saúde de Barbacena, onde as vítimas estavam internadas, após a divulgação de laudos da fundação Ezequiel Dias (Funed). 

De acordo com a nota emitida, a vítima fatal de Caranaíba tinha 58 anos. Uma mulher, de 51, moradora de Ouro Branco, está com a doença e segue internada na Clínica Médica do Hospital Regional de Barbacena, após receber alta da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). 

As outras duas vítimas do surto de febre amarela já receberam alta médica. Um morador de Cipotânea, de 41 anos, e um idoso de Santana dos Montes, de 67. 

No último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado e Saúde de Minas Gerias, em 6 de fevereiro passado, o número de mortes era de 61, enquanto o número de diagnósticos positivos de febre amarela era de 164. 

Morte em investigação 

Um morador de Paiva, na Zona da Mata de Minas Gerais, morreu na noite dessa quarta-feira com suspeita de contaminação por febre amarela. A vítima, de 44 anos, estava no Hospital Regional de Barbacena desde o último sábado.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde da cidade, o homem teve falência múltipla dos órgãos e febre hemorrágica.  O material clínico do paciente já foi colhido e será enviado para análise na Fundação Ezequiel Dias (Funed), que vão constatar, ou não, o diagnóstico da doença. 
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade