Publicidade

Estado de Minas

Quadrilhas especializadas em ataques a bancos agem em Minas e matam morador

Ao menos três cidades mineiras foram invadidas por organizações criminosas. PM conseguiu impedir o crime em Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, e baleou quatro bandidos


postado em 06/02/2018 15:10 / atualizado em 06/02/2018 15:42

Em Fortaleza de Minas, na Região Sul do Estado, criminosos não conseguiram acessar o cofre e agência acabou destruída com explosão de dinamite(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Em Fortaleza de Minas, na Região Sul do Estado, criminosos não conseguiram acessar o cofre e agência acabou destruída com explosão de dinamite (foto: Polícia Militar/Divulgação)

Ações violentas e ousadas de quadrilhas especializadas em roubo a bancos – conhecidas como “Novo Cangaço” – continuam acontecendo em Minas Gerais. Somente nesta terça-feira foram registrados ataques ou tentativas de atentado a agências bancárias em três cidades mineiras. Em todas elas, tiros foram disparados pelos criminosos. Na cidade de São Sebastião do Oeste, Região Central, um morador foi baleado e morreu. Já em Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, a Polícia Militar (PM) impediu o ataque e baleou quatro bandidos.

Mais uma vez a atuação das organizações criminosas terminou em morte. Criminosos fortemente armados chegaram em São Sebastião do Oeste, levando terror à população. Segundo as primeiras informações, 10 homens armados com fuzis atiraram várias vezes até chegarem à agência do Sicoob, alvo da ação. Um homem armado com um fuzil cercou o quartel da Polícia Militar (PM) e atirou contra o imóvel, dificultando a saída dos policiais.

Um morador que estava em uma Parati vermelha acabou baleado quando passava pela Avenida Paulo VI. O motorista morreu com um tiro na cabeça e uma parente dele, que também estava no veículo, foi atingida em uma das mãos e um dos ombros. As vítimas não eram da cidade e os nomes ainda não foram divulgados pela PM.

Os bandidos conseguiram acionar explosivos dentro da agência e chegaram a levar o cofre do terminal, mas o compartimento foi encontrado na carroceria de uma Hilux abandonada durante a fuga. Explosivos e armas também foram encontrados no carro. Munições de fuzil calibre 762, de pistola .40 e de espingarda calibre 12 foram encontradas na cidade. Os detalhes sobre o ataque ainda serão repassados por militares do 63º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Formiga.

Carro atingido por tiros disparados pelos criminosos. Motorista morreu(foto: Reprodução/WhatsApp)
Carro atingido por tiros disparados pelos criminosos. Motorista morreu (foto: Reprodução/WhatsApp)


Essa não foi a única ação nesta madrugada em cidades mineiras. Por volta das 2h25, criminosos fortemente armados chegaram em Fortaleza de Minas, na Região Sul do estado, em duas caminhonetes e um carro. “Eles foram para a Praça Central onde fica o Banco Bradesco. Lá, se posicionaram e fizeram diversos disparos. Enquanto isso, parte do bando explodiu o caixa eletrônico”, explicou o sargento Naizo dos Santos. Os bandidos não conseguiram acessar o cofre. Somente a agência teve danos.  

Os disparos do grupo atingiram vidros de lojas e de uma casa lotérica. A quadrilha fugiu para uma estrada rural com intuito de cometer outra ação, mas sem sucesso. “A sete quilômetros da cidade tem uma mineradora de níquel. Antigamente, tinha um caixa eletrônico lá, mas não tem mais. Eles entraram e efetuaram disparos. O vigilante correu para um matagal e conseguiu escapar. Procuraram o caixa e depois fugiram”, finalizou o sargento. Buscas foram realizadas na região, mas sem sucesso. Cápsulas de calibre 12, usadas em escopeta, 556, normalmente usados em fuzis, e .380, de pistolas, foram apreendidas.

Ataque frustrado

A tentativa de atacar instituições financeiras terminou mal para uma quadrilha na manhã desta terça-feira. Policiais militares impediram o assalto a uma casa lotérica, Correios e uma agência bancária, em Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce. Houve troca de tiros e quatro criminosos acabaram baleados. Eles foram socorridos para um hospital da região.

De acordo com a PM, os presos são suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em crimes contra instituições financeiras que atua na região.  “É uma quadrilha de Ipatinga. Recebemos denúncia de que ela já havia cometido roubo a uma lotérica em Piedade e que voltaria. Estávamos atentos a essa possibilidade e hoje pela manhã uma viatura viu um veículo suspeito no centro da cidade e fugiram logo que perceberam a nossa presença,” explicou o subcomandante do 62º Batalhão da Polícia Militar, major Márcio Roberto de Souza.

Durante a tentativa de fuga dos suspeitos, o major informou que houve troca de tiros e os homens foram baleados. “Nenhum militar foi alvejado, mas eles foram baleados e socorridos pelas viaturas para o Hospital de Caratinga. Todos estão em estado estável e não correm riscos,” disse. A identificação dos presos não foi repassada à reportagem, pois a Polícia Militar ainda estava averiguando o histórico criminal dos homens. “Eles são contumazes nessa ação, mas reforçamos o policiamento na região e conseguimos agir mais rápido que eles,” destacou o subcomandante.

Com os homens foram apreendidos ferramentas usadas para arrombamento de cofres, caixas e portas de aço, explosivos e três armas: uma carabina de calibre 38, uma pistola de calibre 12 fabricada e uma submetralhadora artesanal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade