Publicidade

Estado de Minas

Mesmo fechado, posto de saúde na Região da Pampulha fica com luzes acesas durante o dia

"Será que não dá para colocar algum dispositivo para manter a luz apagada durante o dia?", questiona um morador


postado em 03/02/2018 18:00 / atualizado em 03/02/2018 21:55

 
Em tempos de tanta discussão sobre cidadania e respeito com o dinheiro público, o simples ato de apagar as luzes de locais administrados pela prefeitura não deveria ser preocupação dos cidadãos. Mas não é o que vem acontecendo durante as últimas semanas, conforme moradores do Bairro Liberdade, na Região da Pampulha. Segundo um homem que não quis se identificar, as luzes do Centro de Saúde Joaquim Maia, localizado na Rua Boaventura, permanecem acesas durante todo o fim de semana, enquanto o local está fechado. 
 
Neste vídeo enviado ao em.com.br, é possível ver que as luzes do centro de saúde produzem um gasto desnecessário durante todo o dia, o que tem causado indgnação de quem vive na região. "Além de serem lâmpadas antigas, daquelas que gastam mais energia, as pessoas costumam vir aqui e não encontram remédios. Além disso, o nosso dinheiro é gasto de maneira errada com o desperdício dessa luz", afirma o morador. 
 
No mesmo vídeo, o homem questiona: "Será que não dá para colocar algum dispositivo para manter a luz apagada durante o dia?", conclui.
 
Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que as lâmpadas externas têm sido deixadas acesas como medida para inibir furtos e arrombamentos durante os fins de semana. Além disso, medidas estão sendo tomadas, em parceria com a Secretaria de Segurança, além da qualificação de seguranças e funcionários das unidades.

“Houve ainda o fortalecimento do patrulhamento da Guarda Municipal no entorno das unidades de saúde, elaborado a partir de um diagnóstico realizado entre a própria pasta da Saúde e a Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção e baseado na vulnerabilidade de cada região. Esta ação foi iniciada no final de 2017, nas regionais Oeste, Barreiro e Noroeste e, agora em janeiro, foi ampliada para as regionais Pampulha e Venda Nova”, afirma a nota.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade