Publicidade

Estado de Minas

Sobe para 50 as mortes por febre amarela em Minas Gerais

Em Mariana, com a confirmação de mais dois óbitos, somam sete casos fatais da doença. Em Conceição dos Ouros e Ouro Branco também foram confirmadas mortes nesta sexta-feira


postado em 02/02/2018 23:29 / atualizado em 02/02/2018 23:57

Minas Gerais já registra pelo menos 50 mortes de pessoas com febre amarela. Somente nesta sexta-feira, por meio de comunicados de prefeituras, somaram-se mais seis óbitos aos números então apurados. Mariana, na Região Central, que no último balanço oficial da Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG) tinha o registro de quatro mortes, em comunicado em seu site afirma que subiram para sete os casos fatais em decorrência da doença. 

Os outros três novos óbitos, são dois informados pela prefeitura de Conceição dos Ouros, Sul de Minas Gerais, que decretou estado de emergência, e um paciente de 41 anos, de Ouro Branco, também na Região Central. Balanço feito pelo Estado de Minas com base em dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) e de administrações municipais, mostra que são pelo menos 50 mortes registradas neste ano no território mineiro.

O último boletim epidemiológico da Secretaria de estado e Saúde de Minas Gerais, divulgado na terça-feira, contabilizava 36 mortes, 45 pacientes internados e 81 casos no total. Porém, depois da divulgação dos dados, as administrações municipais mineiras confirmaram mais óbitos em decorrência da moléstia.

Além das mortes de Conceição dos Ouros, Ouro Branco e Mariana, foram registrados outros pacientes que não resistiram em Barão de Cocais, Itabira, Barbacena, Jeceaba, Santo Antônio do Aventureiro, Senhora de Oliveira, Piranga e Belo Vale. Ou seja, 14 novos óbitos que não entraram no balanço da SES-MG.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade