Publicidade

Estado de Minas

Veja onde é possível parcelar o IPVA 2018 no cartão de crédito em Belo Horizonte

Prometida para hoje, implantação de terminais eletrônicos para pagamento do imposto em mais de três parcelas é adiada. Acerto pode ser feito em 108 postos, que informarão juros da operação


postado em 10/01/2018 06:00 / atualizado em 10/01/2018 08:53

Protótipo de totem para pagamento de impostos e multas no Detran: equipamento continua indisponível (foto: Polícia Civil/Divulgação - 4/1/17)
Protótipo de totem para pagamento de impostos e multas no Detran: equipamento continua indisponível (foto: Polícia Civil/Divulgação - 4/1/17)

Contribuintes de olho no pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2018 no cartão de crédito podem ter uma quarta-feira de filas já que, de acordo com a Polícia Civil, os terminais eletrônicos (totens) de autoatendimento não vão funcionar na capital. Os donos de carros quitarão os débitos direto nos guichês de atendimento do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), ou nos 108 postos de arrecadação no estado, a maioria funcionando em centro de formação de condutores (autoescolas). Já os juros que incidirão acima de três parcelas seguem um mistério e serão conhecidos somente na hora de pagar o IPVA.


Por meio de nota divulgada no começo da noite de ontem, a corporação informou que nos mais de 100 postos de atendimento no estado serão pagas multas, impostos e outros débitos incidentes sobre veículos por meio de cartão de débito e crédito, com a possibilidade de parcelamento. A lista dos locais para o pagamento com o dinheiro de plástico está no site do Detran-MG (detran.mg.gov.br). Na capital, além da sede do departamento, são 11 centros de formações em diferentes bairros.


No comunicado, a Polícia Civil diz que, inicialmente, para “agilizar o processo”, não haverá autoatendimento. A recomendação é que, devido ao “aumento de demanda”, o contribuinte imprima as guias de pagamento do IPVA com antecedência e procure um posto próximo à sua casa. Nos pontos de atendimento, ele será orientado sobre o procedimento e direcionado para executar o parcelamento de acordo com o seu interesse.


“O Detran-MG ressalta que os custos da operação variam conforme a opção de parcelamento escolhida pelo cidadão, que será informado no momento da transação sobre os valores. A opção de parcelamento é uma operação de crédito a ser contratada pelo cidadão junto às empresas credenciadas”, explica a nota. Segundo o órgão, a operação estará sujeita a juros praticados pelo mercado a serem pagos à operadora do cartão. “A empresa credenciada realizará o pagamento dos débitos à vista para os cofres públicos, possibilitando ao cidadão regularizar a situação do veículo”.


Para não perder viagem, principalmente os donos de veículos com placas finais 1 e 2, que só têm hoje para pagar a primeira parcela do imposto, ou a cota única, devem ter em mãos os documentos de identificação e as guias de pagamento de multas, IPVA, taxa de licenciamento e seguro Dpvat, para o rápido procedimento de quitação dos débitos.

O Detran-MG não informou se haverá reforço das equipes de atendimento em sua sede e nos postos de arrecadação. Também não confirmou se a Unidades de Atendimento Integrado do Centro, Barreiro e Venda Nova receberão o pagamento do IPVA. A recomendação a quem não pretende fazer o pagamento acima de três parcelas é procurar as instituições bancárias credenciadas. 

O sistema para quitação e parcelamento de multas, impostos e outros débitos no dinheiro de plástico valeria inicialmente apenas para os automóveis de Belo Horizonte, conforme informado na semana passada pelo Detran-MG. Mas, depois de uma série de reuniões de representantes do órgão e outros setores do governo, o serviço foi estendido para atendimento em cidades polos do estado. No fim de dezembro, o departamento havia informado que o objetivo era disponibilizar a nova modalidade na primeira quinzena de janeiro e, nos últimos dias, buscou-se soluções para oferecer o serviço, visto que o autoatendimento não teve como ser implantado por meio dos terminais eletrônicos nos postos públicos. 

 

Onde pagar


Veja os postos que vão funcionar para parcelamento na capital

»  Detran-MG, Avenida João Pinheiro, Centro de BH;

»  CFC Estrada Real, Avenida Doutor Cristiano Guimarães, 2.403, Planalto, Região Norte de BH;

»  CFC Estrada Real, Rua Américo Martins da Costa, 520,
Providência, Norte

»  CFC Emerson Ltda, Avenida Saramenha, 1.560, Guarani, Norte;

»  CFC Freeway, Avenida Contagem, 693, Santa Inês, Leste

»  CFC São Bernardo, Rua Guararapes, 1.298, Pindorama, Noroeste;

»  CFC Boston Me, Rua Major Delfino de Paula, 2.003,
São Francisco, Pampulha;

»  CFC Fenix Belo Horizonte, Rua Niquelina, 458,
Santa Efigênia, Leste;

»  CFC Avelar, Rua Pomba, 620, Goiânia, Nordeste;

»  CFC Nova Vip Eireli, Rua Professor Amílcar Viana Martins, 35, Jardim Vitória, Nordeste;CFC Rocha,

»  Avenida Afonso Vaz de Melo, 435, Barreiro;

»  Centec, Avenida Barbacena, 58, Barro Preto, Centro-Sul.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade