Publicidade

Estado de Minas

Grupo é resgatado após ficar horas perdido na Serra do Cipó

Vítimas faziam uma trilha, conhecida como travessia do Alto do Palácio. Elas se perderam na mata e, após horas, foram resgatadas sem ferimentos pelos bombeiros


postado em 08/01/2018 08:31 / atualizado em 08/01/2018 10:01

As buscas começaram no início da noite de ontem. Grupo foi localizado durante esta madrugada (foto: Corpo de Bombeiros/ divulgação)
As buscas começaram no início da noite de ontem. Grupo foi localizado durante esta madrugada (foto: Corpo de Bombeiros/ divulgação)
Sete pessoas, entre adultos e crianças, ficaram perdidas na noite de ontem na Serra do Cipó, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por mais de dez horas. Segundo Corpo de Bombeiros, o grupo saiu para fazer uma trilha na mata, mas se perderam. 

A corporação informou que o grupo começou a caminhada na última sexta-feira, saindo da antiga entrada do parque da serra do cipo, local conhecido como travessia do Alto do Palácio. No meio do caminho, se perderam.

 O grupo informou que entraram em contato com os seus familiares, quando o telefone teve sinal, cerca de seis horas de trilha. Eles foram orientados a permanecerem no topo do morro para uma melhor visualização.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas possuíam equipamentos, barracas e mantimentos. Os bombeiros deslocaram viaturas do canil e salvamento. O corporação considerou a possibilidade de somente deslocar equipes ao local nesta manhã, já que a a caminhada noturna na área traria risco para as equipes de salvamento, incluindo os cães.

 Os bombeiros orientaram às vítimas que permanecessem acampadas à noite e não caminharem no escuro, porém não houve confirmação se as vítimas entenderam a recomendação. Então, os bombeiros seguiram à noite mesmo. Após mais de dez, o grupo perdido foi localizado na madrugada.

As equipes de resgate encerram a ocorrência às 3h. Ninguém ficou ferido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade