Publicidade

Estado de Minas

Temporal de sábado pode se repetir nesta véspera de ano novo em BH

Chegada de 2018 deve ser com chuva na capital, em toda Minas Gerais e nas praias preferidas dos mineiros


postado em 31/12/2017 08:30 / atualizado em 31/12/2017 13:56

Céu amanheceu parcialmente nublado em Belo Horizonte (foto: Jair Amaral/EM )
Céu amanheceu parcialmente nublado em Belo Horizonte (foto: Jair Amaral/EM )

O último dia de 2017 deverá ser de temporais com ventos fortes em Belo Horizonte e boa parte do estado, segundo previsão do instituto PUC Minas/TempoClima. É possível que a virada do ano seja debaixo de chuva.

Na tarde deste domingo, a Coordenadoria Sub-Secretaria Municipal de Defesa Civil (Comdec/BH) emitiu um alerta de pancadas de chuva acompanhada de raios e rajadas de vento que podem chegar até 50  km/h para a capital. O período de atenção vai até a manhã desta segunda-feira. Segundo o órgão, áreas de instabilidade atmosférica seriam as causadoras do fenômeno que pode provocar pancadas de chuva de volumes que variam entre 40 e 60 milímetros.

Conforme a meteorologia, a capital mineira terá céu nublado com possibilidade de chuva a qualquer hora. As temperaturas devem variar entre 18 e 27 graus e a umidade relativa do ar marca 65% neste domingo. Cidades da Grande BH também podem ter registro de chuva de alta intensidade, de acordo com o meteorologista Claudemir Felix.

Para o interior de Minas Gerais, há chance de chuva forte no Triângulo, Sul e Zona da Mata. As demais localidades do estado terão chuva de baixa intensidade. 
[SAIBAMAIS
No decorrer da semana, a tendência é chuva nos próximos três dias na capital mineira e, também, em algumas regiões de Minas Gerais, de acordo com o PucMinas/TempoClima.

Litoral

Para as praias do litoral fluminense e capixaba, a previsão também é de chuva neste domingo. “Vai chover forte no Rio de Janeiro e moderado nas praias do Espírito Santo", resume o meteorologista Claudemir Felix.  Há previsão de chuva ainda para o Sul da Bahia.

Temporal de sábado

Na tarde de ontem foram registradas pancadas em todas as regionais de Belo Horizonte, com alagamentos de vias e imóveis, pessoas ilhadas, desabamento de muro de arrimo, queda de árvore e carros arrastados. Entre as 14h30 e as 15h50, o Corpo de Bombeiros recebeu 16 chamadas e a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec/BH) atendeu a seis casos.

Em pouco mais de uma hora de chuva, pontos de alagamento deixaram carros ilhados em vários locais de Belo Horizonte. No Bairro Santa Terezinha, moradores denunciam que água de estação da Copasa volta pelas bocas de lobo. Na Avenida Heráclito Mourão de Miranda, encosta do canal cedeu.

Em Contagem, segundo relatos do Corpo de Bombeiros, pelo menos sete carros foram arrastados na Avenida Severino Ballesteros Rodrigues, alguns com pessoas em seu interior, mas sem registro de problemas mais graves. Em Ribeirão das Neves, também na Grande BH, foi registrado um desabamento na Rua Mimo de Vennus. Na capital, um muro de arrimo desmoronou no Bairro Havaí, Região Oeste. Porém, de acordo com a corporação, em nenhuma das ocorrências atendidas houve vítimas com  ferimentos.  (Com Landercy Hemerson e João Henrique do Vale)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade