Publicidade

Estado de Minas

Incêndio em fábrica de fogos de artifício deixa um morto em Pedra do Indaiá

Segundo bombeiros, funcionário ficou preso em estufa que pegou fogo. Caso será apurado


postado em 26/12/2017 10:30 / atualizado em 26/12/2017 13:06

Um homem de 51 anos morreu em um incêndio registrado em uma fábrica de fogos de artifício na manhã desta terça-feira em Pedra do Indaiá, Centro-Oeste de Minas Gerais. 


Os próprios funcionários controlaram as chamas. A morte, segundo os bombeiros, foi atestada por uma médica da empresa. O nome da vítima não foi divulgado. A Polícia Militar (PM) da cidade foi para o local. Nem o Corpo de Bombeiros, nem o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram chamados. Ainda segundo o Corpo de Bombeiros de Divinópolis, a empresa acionou o Exército para apurar as causas da explosão. 

Segundo a empresa Fogos Ouro LTDA, a vítima tem 51 anos. O nome completo ainda não foi informado. O acidente ocorreu no setor de cores, na parte onde é realizada a secagem de materiais. Até o início da tarde, o exército era aguardado no local. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade