Publicidade

Estado de Minas

Equipe do show de fogos da Pampulha orienta moradores sobre o evento

Hoje, organizadores do Réveillon da Alterosa vão passar pelos imóveis com informações sobre interdições no trânsito e outras dicas


postado em 26/12/2017 06:00 / atualizado em 26/12/2017 08:05

Queima de fogos há quase três décadas marca o ano-novo de BH(foto: Marcos Vieira/EM/DA Press )
Queima de fogos há quase três décadas marca o ano-novo de BH (foto: Marcos Vieira/EM/DA Press )
Para manter uma amizade que já dura 28 anos, uma equipe do Réveillon da Alterosa dá início nesta tarde a uma campanha junto aos moradores da orla da Lagoa da Pampulha. A ideia é garantir o direito de ir e vir dessas pessoas, permitindo que este seja um momento especial e sem transtornos também para eles. Para isso, foi designada uma equipe que irá de casa em casa, nas áreas que sofrerão algum impacto devido à montagem do espetáculo, dando informações sobre o evento, horários e locais onde haverá maior concentração de público, além de orientações sobre as interdições no trânsito.

Os moradores vão receber duas credenciais autorizando o trânsito local de veículos, um mapa do evento e uma carta da organização da TV Alterosa se desculpando pelo transtorno causado aos moradores. A ideia é estreitar o relacionamento com os moradores, deixando à disposição um telefone de contato para qualquer eventualidade. Uma campanha junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente também dá dicas de como preparar um local mais adequado aos animais de estimação, a fim de amenizar impactos da festa, como o barulho dos fogos de artifício.

Na quinta-feira, a organização do evento – formada por uma equipe da TV Alterosa, polícias Militar e Civil, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) e a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) – se reúne mais uma vez para afinar o papel de cada um para o bom andamento do evento. A integridade do patrimônio histórico local, como o Museu, a Casa do Baile e a Igrejinha da Pampulha, será garantida por meio do isolamento dos edifícios. A SLU vai disponibilizar uma equipe para a limpeza do local antes e depois da festa.

A 28ª edição do Réveillon da TV Alterosa terá como ápice a maior queima de fogos de Minas Gerais, com duração prevista de 12 minutos, com mais de 150 efeitos e cores variadas. São quatro pontos estratégicos na orla para visualizar o espetáculo: Vertedouro, Praça de Iemanjá, Casa do Baile e Praça da Igreja São Francisco de Assis. Além de iluminar o céu da Lagoa da Pampulha, os fogos também podem ser vistos de diversos pontos da cidade. No dia do evento haverácirculação de trânsito específica, por isso é preciso ficar atento à sinalização.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade