Publicidade

Estado de Minas

Suspeitos de roubar carros de aplicativos são presos em BH

Além dos quatro detidos, os policiais também recuperaram três carros com queixa de furto e roubo


postado em 19/12/2017 09:18 / atualizado em 19/12/2017 09:41

Quatro homens suspeitos de integrar uma quadrilha que praticava roubos de carros vinculados a aplicativos de transporte, como Uber, 99POP e Cabify, foram presos na madrugada dessa segunda-feira.
 
A operação envolveu um policial civil e equipes da Polícia Militar, no Bairro Pindorama, Noroeste de Belo Horizonte. 

O boletim de ocorrência relata que três homens faziam enxerto de bateria em dois carros, um Uno e um Gol, na Rua Petrópolis, quando um policial civil passou pelo local e desconfiou da ação do trio, tendo em vista que o agente tinha informações de uma investigação sobre uma quadrilha de roubos de carros de aplicativo de transporte. O policial tentou abordar os homens, que fugiram no Uno e abandonaram o Gol na rua. 

Viaturas da Polícia Militar reforçaram o trabalho de busca e Lucas Souza Silva, de 19, Leandro dos Santos, de 35, e Luciano Raimundo Rodrigues, de 47 anos, foram localizados.

No Uno, com os suspeitos, os policiais encontraram chaves de dois carros, do Gol e de um Fox. O trio confessou os crimes e apontou o endereço em que o Fox estava. 

Ainda conforme o registro da ocorrência, quando estavam sendo conduzidos para a delegacia dentro da viatura, o trio apresentou um comportamento estranho ao ver um homem passando pela rua. 

O suspeito foi abordado e, no celular dele, os policiais viram mensagens em um aplicativo que perguntavam onde estavam os três suspeitos e os carros roubados. Guilherme Augusto Pereira Alves, de 19 anos, confessou participação nos crimes e também foi detido. 

Os três carros que estavam com os homens, o Gol, um Uno e um Fox, foram recuperados e apreendidos. Segundo a PM, os veículos têm queixa de furto e roubo.

A Polícia Civil foi procurada para detalhar a investigação e o modo de operação da quadrilha, mas apenas informou que hoje serão cumpridos mandados de prisão na Grande BH e que, nesta quarta-feira, uma coletiva à imprensa vai explicar o modo de atuação dos investigados. 
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade