Publicidade

Estado de Minas

Adolescente atira contra o pai para defender mãe que era agredida

Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. O homem atingido segue internado e vai responder em liberdade pelas agressões contra a mulher


postado em 23/08/2017 16:16 / atualizado em 23/08/2017 22:13

Com a intenção de defender a mãe, que era agredida, um adolescente de 12 anos atirou contra o próprio pai na madrugada desta quarta-feira, em Santana do Paraíso, no Vale do Rio Doce.

Depois do tiro, o garoto fugiu e ainda não foi encontrado. A arma do crime tampouco foi localizada. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. O homem atingido segue internado e vai responder em liberdade pelas agressões contra a mulher, com base na Lei Maria da Penha.

As agressões tiveram início na madrugada desta quarta-feira. De acordo com a Polícia Militar (PM), a mãe do garoto, de 49 anos, afirmou que o companheiro começou agredi-la por volta da 1h, por motivos fúteis. Neri Oliveira da Silva, de 41, mordeu o braço da mulher. Ao ver a cena, o adolescente pegou uma arma e atirou contra o pai.

O tiro atingiu um dos braços de Neri, transfixou e ficou alojado no tórax. Ele foi levado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Ipatinga e depois transferido para o Hospital Márcio Cunha, onde passou por cirugia para retirar o projétil. De acordo com a PM, ele admitiu ter mordido o braço da companheira.


(RG) 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade