Publicidade

Estado de Minas

Venezuelano é preso no Aeroporto de Confins com três quilos de cocaína

A droga estava escondida em frascos de perfume e de creme hidratante. Ele iria embarcar para Málaga, na Espanha


postado em 21/08/2017 16:00 / atualizado em 21/08/2017 16:12

O homem vai responder por tráfico internacional de drogas(foto: Polícia Federal (PF) / Diivulgação)
O homem vai responder por tráfico internacional de drogas (foto: Polícia Federal (PF) / Diivulgação)

Mais uma apreensão de drogas foi realizada por agentes da Polícia Federal (PF) no Aeroporto Internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Desta vez, um venezuelano foi flagrado com três quilos de cocaína escondidos em frascos de perfume e de creme hidratante. Ele iria embarcar para Málaga, na Espanha. Essa foi a sétima apreensão de entorpecentes no terminal somente neste ano.

O flagrante foi realizado no último sábado. De acordo com a PF, agentes desconfiaram do jovem, de 28 anos. Ele embarcaria em um voo no aeroporto com destino a Espanha, com conexão em Lisboa. Durante a ação de fiscalização, a droga foi flagrada em quatro frascos. O venezuelano foi detido por tráfico internacional de drogas. Se condenado, pode pegar até 15 anos de reclusão.

As apreensões de drogas no aeroporto vem aumentando neste ano devido ao reforço na fiscalização. Em 8 de agosto, uma mulher foi detida no terminal ao tentar embarcar para Lisboa, em Portugal, com mais de dois quilos de cocaína dentro de uma mala. De acordo com a PF, levantamentos levaram os agentes até a mulher, de 38 anos, que é natural de Uberaba, cidade da Região do Triângulo Mineiro. Ao averiguar a bagagem dela, foram encontrados dois quilos de cocaína escondidos em um fundo falso.

Quatro dias antes, um jovem de 23 anos foi preso ao desembarcar no aeroporto com 24 quilos de skunk escondidos em seus pertences pessoais dentro de uma mala. O preso é de Itaituba (PA) e vinha em um voo de Manaus (AM) com destino ao Rio de Janeiro (RJ). O voo tinha conexões em Altamira (PA), Belém (PA) e Belo Horizonte.

Em 24 de julho, uma mulher de 24 anos foi detida com uma mala que transportava seis quilos de MDMA, usado para fabricação do ecstasy. Segundo a Polícia Federal (PF), a quantidade poderia resultar em mais de 24 mil comprimidos da droga. Ela embarcou em Amsterdam em um voo que saiu de Lisboa, em Portugal. Dias antes, outro caso semelhante aconteceu no aeroporto. Outro morador de Florianópolis, de 27 anos, também foi preso em flagrante por tráfico internacional de drogas. Ele também desembarcou em Confins, vindo de Madri em um voo que saiu de Lisboa. O homem levava sete quilos de MDMA no fundo falso de uma mala. Ainda de acordo com a PF, somente neste ano, mais de oito quilos de MDMA haviam sido apreendidos, além de 17,6 quilos de ecstasy – cerca de 50 mil comprimidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade