Publicidade

Estado de Minas

Acidente com vários veículos deixa um morto e feridos no Anel Rodoviário

Batida na descida do Bairro Betânia envolveu mais de 10 veículos, com pelo menos um de carga


postado em 18/08/2017 19:50 / atualizado em 18/08/2017 21:15

Ver galeria . 6 Fotos Marcos Vieira/EM/DA Press
(foto: Marcos Vieira/EM/DA Press )


Mais uma vez o Anel Rodoviário foi palco de um grave acidente. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), uma batida envolvendo vários veículos – um caminhão, uma carreta bitrem, outra carreta, dez automóveis e duas motos –  provocou uma morte e deixou feridos no Bairro Betânia, Região Oeste de Belo Horizonte.

A morte confirmada pelo Corpo de Bombeiros é a do motorista de um veículo de carga que provocou o acidente. O caminhão carregava galões d'água. Além do motorista que morreu – cujo corpo está preso entre as ferragens –, pelo menos quatro outras pessoas ficaram feridas. Entre elas, está uma mulher grávida e um motoqueiro, atingido por um galão d'água do caminhão. A polícia não informou para quais unidades de saúde eles foram levados. 

De acordo com a concessionária que administra a BR-040, o congestionamento sentido Vitória (ES) chega a 3 km. 
Viaturas do Corpo de Bombeiros, Da PMRv e da Via 040, responsável pela trecho onde ocorreu o acidente, se deslocaram até o local da batida. A pista, sentido Vitória, está interditada.

OUTROS ACIDENTES
O trecho é palco de constantes acidentes no Anel Rodoviário. A reportagem do em.com mostrou, em abril deste ano, algumas armadilhas que constantemente resultam em acidentes. Na altura do Bairro Betânia, um dos principais motivos das ocorrências é, segundo a PMRv, considerado o primeiro gargalo que a via tem: uma descida entre o bairro Olhos D'Água, a BR 040 e a Via do Minério. Segundo a polícia, os caminhões saem da pista rodoviária em alta velocidade para entrarem em trânsito de movimento urbano.

As outras armadilhas estão localizadas nos bairros São Francisco, na altura do km 465, Carlos Prates, km 470, e o trecho próximo à saída para a Avenida Amazonas, no km 536. (Com Lucas Soares*)

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade