Publicidade

Estado de Minas

Médicos da rede pública municipal fazem paralisação por 24 horas em BH

Em assembleia na manhã desta quinta-feira, servidores municipais decidiram não aceitar o reajuste salarial proposto pela prefeitura


postado em 17/08/2017 14:45 / atualizado em 17/08/2017 22:24

Médicos da rede municipal de saúde de Belo Horizonte fazem paralisação de 24 horas desde a manhã desta quinta-feira em movimento que deve durar até as 7h desta sexta-feira. Os servidores participaram de assembleia na Praça da Estação, no Centro, e decidiram não aceitar o reajuste salarial de 2,53% proposto pela Prefeitura de BH.

De acordo com o Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sindmed-BH), a paralisação teve adesão de 80% dos médicos. São mantidos somente os atendimentos de urgências e emergências. A categoria reivindica reajuste salarial de 17%.

Segundo o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindbel), em 28 de agosto terá início uma greve dos servidores públicos municipais. A concentração está prevista para 9h em frente à sede da PBH, onde será realizada assembleia e manifestações. O Sindibel informou ainda ter solicitado à administração uma nova reunião, antes da data marcada para greve dos servidores, para discutir a proposta de reajuste.

*Estagiária sob supervisão de Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade