Publicidade

Estado de Minas

Seis homens são presos com carga de salgados avaliada em R$ 34 mil, em Esmeraldas

Carreta em que estavam os produtos foi roubada no último sábado em Betim. Veículo era emplacado em Goiânia


postado em 16/08/2017 09:09 / atualizado em 16/08/2017 12:05

Uma carga de salgados avaliada em aproximadamente R$34 mil foi recuperada e seis homens foram presos nessa terça-feira em Esmeraldas na Grande BH. A carga estava em uma carreta emplacada em Goiás e estacionada dentro de um galpão

De acordo o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, uma denúncia anônima relatando a presença da carroceria de uma carreta dentro de um galpão levou os militares até a Avenida Um, no Bairro Vale das Esmeraldas. No local, os policiais encontraram a carreta, mas o imóvel estava vazio. 

Cerca de 40 minutos após a chegada das viaturas, segundo o BO, Marcos Antônio Gomes Neves, de 44 anos, chegou ao galpão, mas quando percebeu a presença da PM, jogou a chave em um matagal e tentou fugir. O homem foi perseguido e detido. Em conversa com os militares, Marcos Antônio disse que havia alugado o imóvel para montar uma empresa de peças para veículos. 

Em seguida, conforme o B.O, cinco homens chegaram ao endereço do galpão em uma caminhonete L200 e, logo que perceberam a presença dos militares, tentaram fugir com manobras arriscadas na via e jogando o veículo em direção aos policiais. Assustado com a atitude do grupo, um sargento atirou em um dos pneus da caminhonete

Os homens seguiram em fuga, mas foram detidos pela PM depois de o pneu do carro ter furado. Dentro da caminhonete estavam Glécio Pereira dos Santos, de 32, Luan Patrick Ferreira de Almeida, de 24, Renato Amarante Cruz, de 34, Lucas Marques de Oliveira, de 21 e Thiago Marcos de Oliveira de 30 anos. 

Segundo a PM, os suspeitos não souberam informar o que iriam fazer no galpão e foram detidos. O imóvel foi aberto e verificou-se que a carroceria da carreta era emplacada em Goiânia. Com as informações da placa, a corporação verificou que o veículo havia sido roubado no último sábado, 12, em Betim, também na Grande BH. 

O proprietário da carreta compareceu ao endereço do galpão com a cabine do veículo para retirar a carroceria do imóvel. O motorista estava com a documentação do veículo e com a nota fiscal da mercadoria que tinha valor aproximado de R$34 mil, segundo a PM. Ele constatou que onze caixas da mercadoria de salgados estavam danificadas.

O grupo foi preso e a caminhonete foi apreendida pela corporação. 


Aumento no roubo de cargas em Minas Gerais 


Em reportagem veiculada na edição impressa do Estado de Minas nesta quarta-feira foi possível verificar uma alta nas estatísticas de roubo de cargas em Minas Gerais. Foram 206 ocorrências entre janeiro e maio de 2016. Neste ano, o número subiu para 272 no mesmo período, representando um aumento de 32%. Ao longo de 2016, foram 569 ocorrências no estado, média de 47,4 crimes por mês. Neste ano, a média já é maior: 54,4 casos a cada mês. 

Com a maior malha viária do país, Minas concentra ocorrências, e as estradas que mais preocupam a Polícia Civil são as BRs 040, 381 e 262. As áreas de maior incidência de furtos e roubos de cargas estão em Belo Horizonte e Região Metropolitana, além do Triângulo Mineiro. “As rodovias do Triângulo interligam Minas com São Paulo e Goiás, o que torna o fluxo de mercadorias muito grande. Já a capital e as cidades metropolitanas sediam a maior parte dos centros de distribuição de produtos”, explica o delegado Marcus Vinícius Lobo, titular da 1ª Delegacia Especializada de Repressão a Organizações Criminosas (Deroc) do Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp). 
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade