Publicidade

Estado de Minas

Acidente e manifestação fecham dois trechos da BR-040 nesta segunda-feira

Pista está parcialmente interditada no km 575, em Itabirito, por causa da batida entre duas carretas. Produto tóxico vazou na pista. Em Esmeraldas, estudantes protestam


postado em 14/08/2017 13:37 / atualizado em 14/08/2017 20:34

Ver galeria . 8 Fotos Carretas bateram por volta das 6h, no trevo para Moeda. Um delas transportava produto tóxico. No fim da manhã, trânsito começou a ser liberadoBeto Novaes/EM/DA Press
Carretas bateram por volta das 6h, no trevo para Moeda. Um delas transportava produto tóxico. No fim da manhã, trânsito começou a ser liberado (foto: Beto Novaes/EM/DA Press )

Os motoristas que passam por dois pontos da BR-040 vivem um dia de caos nesta segunda-feira. O acidente entre duas carretas, uma delas com carga de produto tóxico, interdita a via próximo a Itabirito, na Região Central de Minas Gerais, desde o início da manhã. Já em Esmeraldas, na Grande BH, uma manifestação de estudantes interditou parte da pista por mais de duas horas. Ainda não há previsão de liberar o trecho da batida.

A última ocorrência começou por volta das 12h30 no km 503, em Esmeraldas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), estudantes foram para rodovia para reivindicar melhorias no transporte público. Eles fecharam parcialmente a pista no sentido Sete Lagoas / Belo Horizonte. Depois de negociação, os manifestantes deiaram a rodovia por volta das 16h30.

A situação mais grave continua sendo o acidente entre duas carretas no km 575. A batida envolveu duas carretas perto do trevo de Moeda. Segundo a PRF, um dos veículos transportava minério, enquanto o outro levava diisocianato de tolueno, também conhecido como TDI 80/20, produto considerado perigoso. O material é usado na fabricação de espuma para colchões.

De acordo com uma passageira que passou pelo local, no pedágio os ocupantes dos carros são orientados a fechar as janelas e o ar condicionado de fora para dentro para evitar contato com o produto tóxico. Ela relata ter demorado quase uma hora para percorrer dois quilômetros.

Ninguém ficou ferido no acidente. Por volta das 8h, o trânsito fluía no esquema de siga e pare no sentido Rio de Janeiro. Às 8h30, a PRF informou que o trecho precisou ser interditado totalmente para o destombamento da carreta com minério. O trabalho no veículo com os tambores de produto químico deve demorar um pouco mais.

Segundo a PRF, os bombeiros informaram que o produto é perigoso se inalado e, em tese, é cancerígeno. Eles tentavam conter a dispersão jogando terra sobre o produto. As pistas haviam sido fechadas por determinação dos militares, que aguardavam a chegada da equipe de uma empresa especializada em casos de acidentes com produtos perigosos. Às 11h, a Via 040 informou que a pista foi parcialmente liberada no sentido Rio de Janeiro, com duas faixas sendo utilizadas, uma para cada sentido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade