Publicidade

Estado de Minas

Empresários e comerciantes são presos em operação da Polícia Civil

Cinco pessoas foram detidas durante nova fase da Operação Desmonte, contra organização criminosa que atua no Sul de Minas e tem veículos como alvo


postado em 03/08/2017 13:03 / atualizado em 03/08/2017 13:10

Presos foram apresentados pela Polícia Civil nesta quinta-feira(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Presos foram apresentados pela Polícia Civil nesta quinta-feira (foto: Polícia Civil/Divulgação)
Cinco pessoas foram presas nesta quinta-feira, no Sul de Minas, suspeitas de integrar uma organização criminosa que atua na região. As prisões são continuidade da Operação Desmonte, da Polícia Civil, que tem como objetivo reprimir a subtração, receptação e adulteração de sinais identificadores de veículos. As prisões ocorreram na manhã desta quinta-feira em Boa Esperança e Cristais. Segundo a polícia, a maioria dos presos é  empresário do ramo automotivo e comércio varejista.

Segundo a Polícia Civil, os presos são Ângelo Cesar Teixeira, conhecido como "Anjinho", de 46 anos, Maurício Silva Vilela, o "Piolhinho", de 23, Denilson Alves Pereira, 43, Wesley Siqueira Silva, o "Dindin", 32 e Heli José Monteiro dos Reis, o "Heli do Mercado", 42.

Os policiais apreenderam um revólver calibre 38 com numeração raspada, uma caminhonete Chevrolet S-10, uma caminhonete Mitsubishi L200, R$ 58.961 em dinheiro e vários talões de cheques.

Os policiais apreenderam um revólver, caminhonetes, R$ 58.961 em dinheiro e vários talões de cheques(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Os policiais apreenderam um revólver, caminhonetes, R$ 58.961 em dinheiro e vários talões de cheques (foto: Polícia Civil/Divulgação)
O delegado Pedro Paulo Uchôa, um dos responsáveis pelas investigações, disse que a operação está desarticulando uma organização criminosa que pratica vários crimes no Sul de Minas. Foi levantado pela Polícia Civil que o grupo é composto por três grupos diferentes, os crimes vão de furto, roubo,  latrocínio (roubo seguido de morte) até receptação e adulteração de veículos. A operação vai continuar até que a polícia chegue a todos os envolvidos.

A etapa anterior da Operação Desmonte, realizada em 12 de julho, outras cinco pessoas relacionadas aos crimes foram detidas e 14 veículos foram aapreendidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade