Publicidade

Estado de Minas

Polícia apura se motorista que causou acidente na BR-040 com sete mortos participava de racha

A polícia também investiga se o condutor, que sobreviveu à batida, fez uso de drogas momentos antes da ocorrência


postado em 17/07/2017 15:41 / atualizado em 17/07/2017 22:10

A irresponsabilidade de um motorista pode ter causado a morte de sete pessoas em um acidente na BR-040, em Juiz de Fora, na Região da Zona da Mata, no dia 2. O delegado Rodolfo Rolli, responsável pela investigação do caso, afirmou, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, que o motorista de um I30 é suspeito de participar de um racha com outros dois veículos no momento da batida. O homem, que não teve o nome divulgado, sobreviveu ao acidente.

O acidente ocorreu na tarde do dia 2. Segundo as investigações, o I30 invadiu a contramão no km 769 e bateu de frente com um Celta. Com o impacto, o primeiro veículo caiu em uma ribanceira. Nele, estavam quatro pessoas, sendo que três morreram. Somente o condutor, que está sendo investigado, sobreviveu. Já no Celta, estavam cinco pessoas, sendo uma grávida. Três morreram, além do feto.

O inquérito foi aberto na última semana e solicitado as necrópsias das vítimas. As investigações iniciais levantam suspeitas sobre um possível “pega” que estaria sendo disputado pelo condutor do I30. “Estamos investigando também se ele estaria fazendo racha quando ocorreu o acidente e se outros dois veículos estariam envolvidos”, explicou.

Imagens das câmeras de segurança da rodovia já foram solicitadas pela polícia à Concer, concessionária responsável pela estrada. O motorista deve ser ouvido nos próximos dias. O delegado também apura se ele fez uso de entorpecentes para comemorar a saída dele, há poucos dias, do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), onde estava preso por tráfico de drogas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade