Publicidade

Estado de Minas

Pimentel vistoria bases móveis da PM e diz que queda dos crimes reflete o trabalho

As primeiras 86 bases móveis de Patrulhamento Ostensivo de Belo Horizonte devem ser entregues nos próximos dias. Modelo também será usado no interior de Minas


postado em 21/06/2017 15:31 / atualizado em 21/06/2017 15:46

Fernando Pimentel vistoriou os veículos na sede do 5º Batalhão da PM(foto: Manoel Marques/Imprensa MG)
Fernando Pimentel vistoriou os veículos na sede do 5º Batalhão da PM (foto: Manoel Marques/Imprensa MG)

O governador Fernando Pimentel (PT) vistoriou, na manhã desta quarta-feira no 5º Batalhão da Polícia Militar (PM) 12 das 86 bases móveis de Patrulhamento Ostensivo que serão instaladas em Belo Horizonte. As primeiras já devem ser colocadas em bairros da capital mineira nos próximos dias. Durante o evento, ele comentou sobre a redução dos crimes violentos em Minas Gerais nos primeiros cinco meses deste ano.

O modelo de ação foi anunciado em janeiro deste ano para tentar coibir os roubos que vinham em uma crescente na capital mineira. Porém, outras estratégias começaram a surtir efeito e os crimes apresentaram queda nos meses seguintes, em comparação com o mesmo período de 2016. As bases ficarão em pontos estratégicos de bairros em todas as regiões da cidade. As primeiras começam a ser implantadas nos próximos dias e a previsão é que todas estejam colocadas até agosto.

“A base fica locada em um ponto estratégico da região, do bairro. Nós vamos ter bases a cada três ou quatro quilômetros quadrados com dois policiais militares e mais dois motociclistas rodando a área, com comunicação por rádio e comunicação visual pelas câmeras, do Olho Vivo e da BHTrans, que vão estar linkadas nessas bases, de modo que vai dar uma cobertura muito eficiente para a população”, afirmou o governador.

O modelo deve ser expandida para outras cidades mineiras. “Primeiro vamos fazer Belo Horizonte, depois vamos estender para a Região Metropolitana. Já temos estudos para Uberlândia, Juiz de Fora... as cidades maiores vão receber. Agora, demanda tempo, demanda recurso, vocês sabem que a situação financeira do Estado é difícil, então estamos fazendo um esforço grande. Vamos começar pela maior cidade, mas depois vamos estender para as outras cidades-pólo”, disse Pimentel.

Redução de crimes

Dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) mostram uma queda de 6,1% nos crimes violentos de janeiro a maio deste ano, em comparação com o mesmo período de 2016. A redução é puxada principalmente pelo roubo, o grande desafio nos últimos anos, que apresentou diminuição de 6,1%. Belo Horizonte segue os mesmos parâmetros, com queda de 12,9% nos crimes violentos.

Para Pimentel, a redução é fruto de um trabalho que já vem sendo feito desde o o ano passado. “O sistema que estamos implantando vem na sequência de outras medidas que a gente já fez. Já colocamos mais 1,8 mil policiais militares incorporados à tropa desde o início do mandato, mil investigadores de polícia, renovamos a frota praticamente toda da Polícia Militar, mais 1,8 mil veículos novos, inclusive no interior, o que faz muita diferença para o trabalho da polícia e os índices de criminalidade estão refletindo esse trabalho, porque eles estão caindo”, completou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade